Saiba quem são os homens mais ricos do Brasil, como eles fizeram para enriquecer e descubra como você também pode chegar lá.

Enriquecer não se trata de sorte e sim de uma questão de escolha. Hoje muitas pessoas estão bilionárias e para chegar a esses números tiveram que batalhar bastante.

Descubra aqui quem são os 20 homens mais ricos do Brasil e como eles conseguiram conquistar seus bilhões de dólares através de seu trabalho e dedicação.

Saiba também como você pode chegar a esse patamar através das dicas que daremos aqui. Quer se tornar uma pessoa rica? Está no lugar certo. Confira como a seguir.

Ranking Forbes

A Forbes é uma revista de economia e negócios dos Estados Unidos. Criada em 1917, é a mais antiga do país. Seu princípio é glorificar os ricos e seu lema é:

  • “A Ferramenta Capitalista”.

Hoje a revista possui edições que circulam em diversos países, sendo o Brasil um deles.

Com distribuição quinzenal, a Forbes tem circulação de aproximadamente 900.000 cópias da revista por mês no mundo inteiro.

Atuando num mercado bastante concorrido, a empresa se mantém no topo, com mais de 23 milhões de leitores.

A empresa ganhou fama graças a divulgação de diversos rankings anuais, que se tornaram populares em todo o mundo.

Dentre eles, o mais conhecido é a lista dos maiores bilionários do mundo. Outros rankings bastante populares da Forbes são:

  • 400 melhores grandes empresas
  • 2000 maiores empresas privadas globais
  • 75 pessoas mais influentes e poderosas do mundo
  • Os executivos mais bem pagos do mundo
  • 50 empresas mais inovadoras do mundo
  • Melhores universidades americanas
  • 100 atletas mais bem pagos do mundo

Como a revista está presente em outros países, muitos deles criariam seus próprios rankings, principalmente para listar as pessoas mais ricas de seu país.

Os homens mais ricos do mundo

Acredite, a soma das fortunas de todos os homens mais ricos do mundo chega aos incríveis US$ 9,1 trilhões, o que em reais somariam cerca de R$ 29,3 trilhões.

Durante muito tempo Bill Gates foi considerado o homem mais rico do mundo, com uma fortuna de cerca de US$90 bilhões.

Porém, no último ano ele perdeu o posto para Jeff Bezos, fundador da Amazon, uma empresa referência no comércio eletrônico.

Jeff Bezos, com 54 anos de idade, possui uma fortuna de US$112 bilhões, sendo a primeira pessoa do mundo a ter um valor de 12 dígitos em sua conta.

Depois de Jeff Bezos está Bill Gates, com US$90 milhões e Warren Buffett com US$84 bilhões.

A Lista segue com Bernard Arnault, com US$72 bilhões:

  • Mark Zuckerberg, criador do Facebook, com uma fortuna de US$71 bilhões
  • Amâncio Ortega, com US$70 bilhões
  • Carlos Slim Helú, US$67,1 bilhões
  • Charles Koch e David Koch com US$60 bilhões
  • Larry Elisson com 58,5 bilhões.

Os homens mais ricos do Brasil

A maior parte dos homens mais ricos do Brasil são empresários que possuem vínculos com grandes empresas do país. Em sua maioria, todos dedicaram tempo e esforço para gerar riqueza e administra-la.

Isso não é uma atividade fácil, mas se você tem esse desejo, saiba que para alcançar a riqueza é preciso muito esforço, dedicação e vontade.

Se fizer isso, logo poderá ser o seu nome que estará na lista dos homens mais ricos do Brasil.

Confira a lista dos 20 homens mais ricos do nosso país e se inspire neles para conquistar a sua fortuna:

20° Alfredo Egydio Arruda Villela Filho

Nascido em São Paulo, com 50 anos hoje, Alfredo é o atual vice-diretor presidente da Itaúsa, empresa responsável por controlar o Itaú Unibanco, Itautec, Duralex, Elekeiroz e Alpargatas.

Alfredo ficou órfão muito cedo, quando seus pais sofreram um acidente de avião em 1982 e acabaram falecendo. Assim, ele e sua irmã foram criados por sua tia Malu.

Casado e extremamente discreto, Alfredo não gosta de dar entrevistas nem ser fotografado quando está em público.

É o maior acionista da Itaúsa, com 12% das ações. Ocupa hoje a 20º posição na lista dos homens mais ricos do país, com uma fortuna de US$2,4 bilhões.

19º Jose Luis Cutrale

José é dono da empresa de suco concentrado e laranja Sucocitrico Cutrale Ltda, que controla cerca de um terço da produção mundial do produto.

O empresário é filho único e desde criança se interessou pelos serviços de seu avô, que na época comprava e vendia laranjas nos mercados municipais de São Paulo e Rio de Janeiro.

Realizando a compra e venda das laranjas, seu avô adquiriu uma fazenda no interior de são Paulo. Ali, inaugurou a Citrícula Brasileira Ltda e passou a exportar o fruto “in natura” para países árabes e da Europa.

O grande salto da empresa aconteceu quando o pai de José assumiu o empreendimento e começou a fabricar o suco de laranja.

Depois da morte de seu pai, José assumiu o negócio da família e hoje, além da produção do suco, a empresa investe em outros negócios e marcas.

Sua fortuna é estimada em 2,4 bilhões de dólares, ocupando a 19º posição do ranking brasileiro.

18º Carlos Sanchez

Considerado o magnata dos medicamentos, Carlos Sanchez é dono da empresa EMS. Nascido em São Paulo, Carlos cresceu rodeado por remédios, pois seu pai era dono de uma farmácia em Santo André – SP.

Desde cedo ajudou seu pai nos negócios, primeiro como vendedor e depois na administração.

Em 1964, seu pai “seu” Emiliano, tomou uma atitude ousada e passou de setor comerciante para indústria, dando origem a EMS.

Aos 26 anos Carlos se obrigou a assumir o negócio, pois seu pai faleceu. A empresa tinha um grande valor em passivos, com isso Carlos teve que vender os bens da família para pagar as dívidas do laboratório.

A ascensão da empresa se deu a partir dos anos 2000, quando a EMS se tornou o primeiro laboratório a produzir medicamentos genéricos. A partir daí o negócio deu certo dobrando de tamanho a cada 3 anos.

Hoje Carlos é considerado o empresário mais influente do ramo no país e possui uma fortuna estimada em US$2,5 bilhões.

17º Roberto Irineu Marinho

Roberto Irineu é o filho mais velho do empresário Roberto Marinho, do grupo Globo. Desde seus 18 anos ele trabalhou na empresa do pai, passando por diversos setores da companhia.

Estudou administração e foi para os Estados Unidos, onde fez estágios na área de publicidade.

Ao voltar para o Brasil, após a conclusão dos estágios, Roberto Irineu tomou o posto de presidente executivo das Organizações Globo e foi encarregado de reestruturar as finanças da empresa.

Com a morte de seu pai, em 2003, Roberto Irineu assumiu a presidência do conselho administrativo das organizações Globo e também a presidência executiva da empresa, cargo que ocupa até hoje.

Seu patrimônio atual é de 2,5 bilhões de dólares, sendo o 17° homem mais rico do país.

16º José Roberto Marinho

Jose Roberto Marinho nasceu em 26 de dezembro de 1955, no Rio de janeiro.

É vice-presidente do grupo Globo e é presidente da Fundação Roberto Marinho. Fez cursos no Canadá e se formou em história e geografia aqui no Brasil.

A partir de 1972 ele começou a trabalhar no grupo Globo, atuando como repórter por muitos anos. Em 1981 passou a ser editor assistente do jornal e em 1982 se tornou subchefe de redação, permanecendo até 1984.

Nesse mesmo ano, tornou-se diretor de programação do sistema Globo de rádio. Aplicou um marketing bastante agressivo, o que concedeu a liderança de audiência à emissora.

Atualmente Jose Roberto integra o conselho diretor do World Wide Fund for Nature (WWF) no Brasil, uma ONG ligada a defesa da natureza no contexto social e econômico. Com 63 anos, possui um patrimônio de US$2,5 bilhões.

15º  Aloysio de Andrade Faria

Natural de Minas Gerais e filho de banqueiro, Aloysio é fundador do grupo Alfa. A empresa atua nos segmentos de agronegócio, financeiro, de alimentos, materiais de construção, cultura e comunicação.

Alysio tem 95 anos, formou-se em medicina, mas ficou bastante conhecido como fundador do Banco Real, uma das maiores instituições financeiras do país.

O conglomerado Alfa é responsável pelas marcas:

  • Banco Alfa
  • Rede de hotéis Transamérica
  • Transamérica Expo Center
  • C&C Casa e Construção
  • Indústria Agropalma
  • Rede de sorveterias La basque, esse último criado devido ao bilionário gostar muito da sobremesa.

Aloysio é o bilionário mais velho do Brasil. Sua fortuna é de cerca de US$2,5 bilhões, advinda do tempo em que atuou no setor bancário. Seu patrimônio inclui um luxuoso jato, avaliado em R$95 milhões.

14º Jorge Moll Filho

Jorje Moll Filho é médico e fundador da rede de hospitais D’Or, uma empresa com mais de 30 hospitais espalhados pelo país e avaliada em mais de R$20 bilhões.

Jorge é natural do Rio de Janeiro, formado em medicina com especialização em neurocirurgião.

Iniciou na carreira de empresário criando o Grupo Lab, que trabalhava com ecocardiografias e ultrassonografias.

O Grupo D’Or nasceu em 2000, quando Jorge convenceu Jacob Barata a investir na criação de um hospital privado de excelência na capital do Rio de Janeiro.

Com o nome “Copa D’Or”, a unidade foi criada com o conceito inédito de hotelaria hospitalar.

Na época o mercado de saúde privada estava em ascensão e as empresas estrangeiras não podiam investir no setor médico no Brasil, o que quase anulava a concorrência no ramo.

Então, o grupo teve um grande crescimento, pois Jorge soube aproveitar a oportunidade.

Esse crescimento da empresa fez com que o banco de investimento BTG comprasse debentures da empresa para converter em ações.

Em 2015 passou a ser autorizado o investimento de empresas de fora do país. Assim, o grupo D’Or fez uma negociação milionária e passou a ter como investidor o grupo Carlyle.

Jorge Moll é o 14º homem mais rico do Brasil, com um patrimônio de US$2,6 bilhões.

13º Ermírio Pereira de Moraes

Ermírio Pereira de Moraes é empresário e coproprietário do grupo Votorantim, uma das maiores empresas privadas do brasil.

De acordo com o ranking brasileiro dos bilionários, Ermínio está em 13º, com um patrimônio de 2,7 bilhões de dólares.

O Grupo Votorantim está presente em 20 países, e atua na indústria de cimento, energia, alumínio, papel e celulose e agronegócio.

Como se trata de um grupo fechado, suas ações são distribuídas entre um grupo restrito de pessoas, todos da família Moraes.

A empresa teve início com o avô de Ermírio, quando adquiriu uma fábrica têxtil em São Paulo.

No início não teve o retorno esperado, porém, com o passar dos anos tornou-se uma das maiores empresas da América Latina, registrando um lucro líquido de mais de R$810 milhões em 2017.

12º Luis Frias

Nascido em São Paulo, em 1963, Luiz Frias, desde 1992, é presidente do Conselho de Administração do Universo Online-UOL, pertencente ao grupo Folha.

Seu pai foi o responsável pelo crescimento da marca, que alcançou todo o Brasil ao aplicar um novo modelo de jornalismo no país.

Adquiriu dois jornais populares da época: “Notícias Populares” e “Última Hora”, fixando-se ainda mais no mercado.

Em 1996 o Grupo Folha adquiriu a UOL, um portal de informações que cresceu de forma acelerada, seguindo o crescimento da internet.

Hoje o portal está no top 5 dos sites com mais acessos no país, ficando atrás apenas do Google, Youtube e Facebook. Luis possui hoje uma fortuna estimada em US$3 bilhões.

11º Walter Faria

Dono da segunda maior cervejaria do Brasil, Walter Farias é o 11º homem mais rico do país, além de estar entre as mil pessoas mais ricas do mundo.

Ele é dono do Grupo Petrópolis, que compreende as marcas de cerveja mais conhecidas do Brasil, como a Crystal e a Itaipava.

A empresa também possui bebidas premium como a Black Princess e Weltenburger Kloster, as quais possuem margem de lucro bem maior que a das cervejas convencionais.

Walter começou a vida trabalhando com vendas, depois adquiriu uma beneficiadora de café com seu irmão e mais tarde teve uma empresa algodoeira.

Somente nos anos 90 é que Walter entrou no ramo de cervejaria, quando adquiriu uma distribuidora da Schincariol.

Em pouco tempo, se destacou nas vendas, se tornando a maior distribuidora da cerveja.

Com o dinheiro que arrecadou da Schincariol, Wlater comprou a cervejaria Petrópolis.

Nela, investiu no marketing e passou a vender as cervejas por preços bem baixos, o que chamou atenção, principalmente da Receita Federal.

Com isso, a empresa já foi investigada, com suspeita de caixa dois e sonegação de impostos e é acompanhada pela Polícia Federal.

Mesmo assim, o negócio segue com um bom crescimento e Walter mantem uma fortuna de 3,2 bilhões de dólares.

10º Abílio dos Santos Diniz

Atual presidente do Conselho de Administração da Península Participações, uma empresa de investimento privado, Abilio Diniz é descendente de portugueses e o primogênito de 6 irmãos.

Abílio foi o fundador do Grupo Pão de Açúcar. A empresa começou como uma doceria em 1948, inaugurada por seu pai.

Após 11 anos da criação da doceria, pai e filho fizeram uma parceria dando origem ao supermercado que se tornou a maior rede de mercados do Brasil.

Em 2013 a família passou a administração para o grupo francês Casino, e se desligaram do negócio.

Desde 2014 o empresário se dedica totalmente a empresa Península Participações. Abílio é o 10º homem mais rico do Brasil, com uma fortuna estimada em US$3,5 bilhões.

9º Walther Moreira Salles Junior

Walther é diretor e produtor de cinema. Apaixonou-se pela área ainda pequeno, quando morava em Paris. Já ganhou o Globo de ouro em 1999 na categoria de melhor filme estrangeiro.

Fundador da empresa VideoFilmes, desde 1987 Walther junto de seu irmão João Salles, vem criando filmes nacionais e estrangeiros.

Walther é herdeiro de Walter Moreira Sales e tem ações do Itaú Unibanco.  Atualmente se destaca como sendo o segundo cineasta mais rico do mundo, devido a fortuna herdada de seu pai, que é de aproximadamente US$5 bilhões.

8º João Moreira Salles

João é diretor e produtor de cinema, assim como seu irmão Walther. Além disso, ele também é documentarista e roteirista cinematográfico.

Em 2006 fundou a revista Piauí, com publicações mensais de assuntos jornalísticos literários.

Toda a família Salles é acionista do Itaú Unibanco e juntos tem uma fortuna de mais de 20 bilhões de dólares. Porém João não está ligado diretamente a administração do negócio.

Possui uma fortuna de US$5 bilhões, advinda do ramo bancário e do ramo de mineração. É o 8º homem mais rico do país.

7º Fernando Roberto Moreira Salles

Fernando é irmão de Walther, Pedro e João Sales, pertencente a uma das famílias mais ricas do Brasil.

Ele é empresário e acionista do Itaú Unibanco e da CBMM – Companhia Brasileira de Metalúrgica e Mineração.

Dos irmãos, apenas Fernando e Pedro atuam direta e efetivamente na administração da empresa. Fernando como Presidente e Pedro como conselheiro.

Além do Itaú, o patrimônio da família está ligado a CBMM, onde os negócios fluem muito bem.

Assim como os irmãos, Fernando tem um patrimônio de US$5 bilhões, fortuna adquirida através do Itaú e da CBMM.

6º Pedro Moreira Salles

Atual presidente do conselho administrativo do Itaú e do conselho diretor da Federação Brasileira de Bancos, Pedro é o 6º homem mais rico do Brasil. Junto do irmão Fernando, faz parte do corpo administrativo do Itaú.

Pedro nasceu nos Estados Unidos e viveu por alguns anos na França. Formou-se em economia da Universidade da Califórnia.

Visto como o filho mais objetivo da família, Pedro está nos negócios da família desde 1983. Sua fortuna é estimada em US$5,1 bilhões.

5º Eduardo Saverin

Eduardo nasceu em 1982, em São Paulo, mas logo mudou-se para Miami junto com a família, que adquiriu uma empresa exportadora de remédios.

Estudou economia na Harvard e fez sua pós-graduação com honraria magna cum laude.

Devido ao fato de ganhar mais de US$300 mil através do mercado futuro do petróleo. Eduardo também foi presidente de investimento da universidade.

Junto dom Mark Zuckerberg e Dustin Moskovitz, Eduardo criou um dos mais famosos sites de relacionamento da internet, o Facebook, que lhe rendeu bons valores.

Atualmente possui diversos investimentos e uma fortuna de US$10,1 bilhões.

4º Carlos Alberto Sicupira

Mais conhecido como Beto Sicupira, Carlos é um dos empreendedores que criou a Inbev e a 3G Capital. Beto é carioca e nasceu em 1948. Considerado bastante simples, é hoje um dos maiores empresários do Brasil.

Iniciou sua carreira trabalhando em uma corretora, onde mais tarde se tornou sócio. Em 1982 os sócios adquiram a loja de varejo Americanas e em 1989 a cervejaria Brahma, que na época era a maior fabricante de bebidas do país.

A partir de 1992 a empresa deu um passo importante, buscando o mercado mundial. Adquiriram a Antártica e criaram a AmBev, Companhia Brasileira de Bebidas das Américas.

Assim, Carlos se tornou o quarto homem mais rico do país com 12 bilhões de dólares em sua fortuna.

3º Marcel Herrmann Telles

Nascido na década de 50, no Rio de Janeiro Marcel é formado em economia e um empreendedor de sucesso.

É Co Fundador do grupo 3G Capital, uma empresa responsável por administrar marcas como o Burguer King, as lojas Americanas e cervejarias.

Marcel começou a atuar no mercado financeiro na década de 70, quando ainda era estudante universitário.

Na época, começou a trabalhar em uma corretora conferindo boletos durante a madrugada.

Marcel está à frente, juntamente com seus sócios, de um dos maiores grupos do mundo.

Sua fortuna é de US$14 bilhões e no seu patrimônio está um apartamento no Central Park West, em Nova Iorque.

2º Joseph Safra

Joseph Safra é um banqueiro naturalizado brasileiro. Empresário de sucesso, é um dos proprietários do banco Safra. Veio do Líbano para o brasil na década de 60, onde sua família já estava inserida no mercado financeiro do país.

O interesse e capacidade de multiplicar dinheiro é de família, sendo que o primeiro banco deles foi criado em 1920, por seu Pai Jacob.

Além do banco Safra, Joseph é dono do banco J. Safra na Suíça e possui operações no Safra National Bank e algumas propriedades imobiliárias nos EUA.

Sua fortuna é de cerca de 23,5 bilhões de dólares, o que o deixa em segundo lugar no ranking dos homens mais ricos do Brasil.

1° Jorge Paulo Lemann

Ícone no mundo do empreendedorismo mundial, Jorge Paulo Lemann criou sua riqueza através de uma carreira de sucesso.

Nascido no Rio de Janeiro e formado em economia pela Harvard, Lemann é hoje o homem mais rico do Brasil.

Morou em Genebra por alguns anos, onde em 1971 adquiriu a corretora Garantia!

O empreendimento se expandiu e se tornou o Banco Garantia. Nele, Lemann investia na hora certa em diversos negócios, o que lhe rendeu bons lucros.

Junto dos fieis sócios Telles e Sicupira, Lemann criou a 3G Capital. Atualmente é dono de vários grupos e companhias sendo as principais a Kraft Heinz, Burger King e a Ambev.

Seu patrimônio é de US$ 29, 3 bilhões, o que em reais seriam cerca de R$ 92 bilhões. Lemann é o 22º homem mais rico do mundo e está em primeiro lugar no Brasil, possuindo a maior fortuna do país.