Posts in DropShipping

Como Fazer Dropshipping no Brasil – Passo a Passo Fornecedor Nacional

Drop Nacional, ou ainda, Dropshipping é o nome dado a um mecanismo de compra e venda. Onde dois profissionais (empresas) irão trabalhar em conjunto para vender um determinado produto.

Diferente da maioria das parcerias, essa união pode ser feita até a longa distância. Ou seja, não importa necessariamente de que local do Brasil ambos estejam, o Drop Nacional funcionará da mesma maneira.

Entenda a seguir como funciona o Drop Nacional:

Como funciona o Drop Nacional?

Agora falando mais de como funciona esse mecanismo, te daremos um exemplo para que entenda.

A pessoa 1 tem um produto (camisetas por exemplo), portanto não tem técnicas de vendas e não sabe como colocar seu produto no mercado.

Ela teme que os produtos fiquem em estoque e acabam estragando, se assim for, pode perder muito dinheiro e tempo. Ou seja, esforço para nada. Sonhos para nada. Reiniciando do zero.

Mas surge uma oferta. Alguém (Pessoa 2) que conhece o mercado e que entenda das técnicas de vendas pode fazer as negociações e lançar o seu produto, cobrando apenas uma porcentagem das vendas realizadas.

Os produtos nem precisarão ir para a mão do parceiro. Ele apenas irá fazer o intermédio, que é oferecer e vender”.

Então é basicamente assim que começa o sistema de Drop Nacional, duas pessoas ou empresas que têm interesse em comum se unem para fazer as vendas.

Um irá fornecer os materiais e o outro irá negociar e ofertar para futuros clientes.

Então assim que o cliente pagar para o revendedor (Pessoa 2), ele irá informar para o fornecedor (Pessoa 1) que o pagamento foi realizado e repassará o dinheiro.

Em seguida a Pessoa 1 irá depositar o produto no endereço informado.

Quais tipos de Drop Nacional existem?

Ainda que o Drop Nacional mais conhecido seja o virtual, que acontece através da internet, por sites e blogs, é possível realizá-lo por:

  • Catálogos:
  • Promotores.
  • Loja física.

Lembrando que o Drop Nacional segue as mesmas regras em todos os casos.

Mas como o trabalho a distância é feito?

Quando usamos a expressão “À distância” estamos falando mais especificamente sobre um trabalho virtual.

Nesse caso, como a principal fonte de renda será através de uma loja, site ou blog digital, não importa especificamente onde o fornecedor ou revendedor estejam.

O importante é que o site em questão possa atingir um público amplo, de todo o Brasil, por exemplo, e que o fornecedor entregue adequadamente os produtos.

Claro, que é opção de ambos escolher se algum desses meios é o mais indicado para o projeto.

Portanto, o revendedor tende a tomar as maiores decisões sobre onde colocar os produtos, seja site próprio ou não. Consegue entender?

Quem deve utilizar o Drop Nacional?

Pode ser utilizado por qualquer pessoa que tenha como atingir um público, por exemplo, um blogueiro, Youtuber, empreendedor, etc.  

Por ser um método bastante conhecido é também um método muito abrangente.

Se você tem os produtos ou as técnicas de vendas esse pode ser um ótimo meio de conseguir um parceiro em potencial.

Trabalhar com dropshipping pode ser um método bastante lucrativo.

É preciso ter loja física?

Sendo um revendedor ,é importante saber que você também pode ter uma loja física, isso é escolha sua.

Portanto, caso vá trabalhar com meios digitais não é necessariamente obrigatório. Afinal a principal vantagem desse modo de trabalho é ter uma loja sem a necessidade de estoque, algo que gera muita economia.

Seja como for, é um trabalho que pode ser realizado a em casa.          

Como trabalhar com o DropShipping Nacional?

Antes de tudo, para trabalhar com o DropShipping Nacional é importante ter atenção e dedicação. Pois, mesmo podendo ser uma atividade virtual, que pode até mesmo ser concluída em casa, é um trabalho como qualquer outro.

Ou seja, você ganha a partir do que você faz.

Se pretende ser um bom profissional e  trabalhar com qualidade e eficácia no mercado, é importante que conheça  algumas técnicas

Confira a seguir:

Selecionar bem seus fornecedores:

Para se desenvolver no mercado é fundamental ter credibilidade. Uma imagem onde todos possam confiar. Somente assim terá venda e conseguirá expansão no mercado.

Então a primeira dica é: Selecione atentamente seus fornecedores.

Se você tem produtos de qualidade, produtos que as pessoas já conheçam, é ainda mais fácil passar uma imagem de segurança a seus clientes.

Isso não significa que você não possa abrir campo ou oportunidade para parceria com pequenas empresas.

Não é isso,  mas tentar parceria com empresas que já sejam desenvolvidas no mercado. A partir daí as pessoas começaram a olhar sua loja.

Vender produtos que ninguém conhece pode não ser a melhor opção para quem está começando.

Pois é difícil encontrar clientes que estejam a fim de arriscar altos valores em produtos que não fazem parte de seu uso.

Por outro lado, lojas reconhecidas já conseguem vender produtos mais desconhecidos, pois passam credibilidade.

Produtos com credibilidade vendem, lojas com credibilidade vendem. Simples assim.

Então, inicialmente tente trabalhar com empresas maiores, até conseguir boas recomendações online. Depois que as pessoas passarem a ter confiança em você, com certeza será mais fácil vender produtos de menor reconhecimento no mercado.

Esse é um dos melhores métodos para aprender a trabalhar com o DropShipping Nacional.

Existem muitas vantagens em selecionar seu fornecedor. Lembre-se que com isso, a garantia da segurança de seus produtos será ainda maior.

Você só tende a ganhar ao selecionar um fornecedor de qualidade.

É importante ainda destacar que a fidelização do cliente para com sua loja depende muito do fornecedor.

Trabalhe com mais de um se estiver preparado:

Você pode ter prejuízos ou não se sentir bem o suficiente com apenas um fornecedor.

Com vários existem maiores chances de expansão no mercado. Isso é fato.

Mas só arrisque mais de um fornecedor se tiver certeza que conseguirá trabalhar com vários e ter estabilidade total em seu negócio.

Caso contrário tente evitar se sobrecarregar nos primeiros meses de trabalho. Esse é um dos principais fatores para trabalhar com o DropShipping Nacional.

A partir do momento em que tiver com segurança do andamento de seu projeto, trabalhe com quantos fornecedores quiser.

Você já deve ter percebido que essa é uma das principais vantagens do DropShipping Nacional, não é mesmo?

Não coloque qualquer coisa em sua loja:

A não ser que seja uma loja sem padrões e com um mercado muito versátil, não coloque qualquer produto em sua loja (ou melhor, não o faça de maneira alguma).

Não adianta vender peças de Pet Shop e colocar elementos suplementares ou jóias na loja. Isso com certeza não irá lhe ajudar.

Ficará confuso e perderá até mesmo os clientes de Pet Shop.

Faça algo organizado, que siga seu nicho e com certeza assim saberá trabalhar com o DropShipping Nacional.

Essas são apenas algumas dicas para trabalhar com DropShipping Nacional.

Mas você deve estar se perguntando se realmente vale a pena. Veja por conta própria:

Vantagens do DropShipping Nacional

Existem sim muitas vantagens ao trabalhar com Dropshipping Nacional. Pois trata-se de um trabalho mútuo. Ou seja, tanto os revendedores quanto os fornecedores acabam lucrando ao escolherem trabalhar através desse meio.

Inicialmente temos a questão da divisão de responsabilidades, cada profissional irá trabalhar com aquilo que é bom. Com aquilo que conhece, com um campo planejado.

Um fornecedor irá oferecer o seu trabalho, o seu produto para um público muito extenso. Mas tendo a plena responsabilidade da qualidade.

Um produto trabalha com durabilidade, resistência e muitos fatores que devem ser levados em consideração ao serem feitos.

Por outro lado, os vendedores irão anunciar o produto, espalhar o produto pelo mercado. Trazendo ainda maior visibilidade para a marca em questão.

Consegue entender o tanto que essa parceria pode ser lucrativa?

Em ambos os casos são necessários por parte dos profissionais um grande desempenho. Pois você recebe pelo que você faz.

O revendedor, por exemplo, ele normalmente ganha uma porcentagem do que vende. E trabalha apenas na comercialização.

O fornecedor disponibilizará uma pequena porcentagem. Portanto receberá ao que equivale seu trabalho com a manufatura e com a produção do produto. Cada um ganhará pelas tarefas realizadas.

Resumindo, uma das principais vantagens do DropShipping Nacional é que ninguém sai em desvantagem.

Trabalhando em grupo acabam lucrando mais.

Mas porque ser um revendedor Dropshipping?

Uma das principais vantagens do DropShipping Nacional para o revendedor é que ele não precisará investir muito dinheiro. Pelo contrário, ele apenas utilizará o site que já tem.

Caso você esteja pensando em ser um revendedor e já tenha um site, uma loja um blog, ou algo do tipo é bem mais simples para você.

Entre em contato com seu fornecedor e disponibilize os produtos dele em seu site.

Por exemplo, você trabalha com roupas (sua loja tem especialidade), mas tem um produto de alta qualidade que você quer vender.

Triste porque o investimento é caro.

Imagina ter que comprar o produto caro e ainda não ter a certeza se irá te trazer os lucros. Além disso, você terá que aumentar o valor para receber pelo menos uma pequena porcentagem. Chato, não?

Mas e se você não tem dinheiro para comprá-lo?

A resposta é simples, trabalhe com DropShipping Nacional.

Não é preciso nem investir em manufatura, produtos, ou algo do tipo, você oferece algo pronto. Tendo os lucros em cima de cada venda. Não lhe parece algo lucrativo?

Então sim, uma das principais vantagens do DropShipping Nacional é não ter que investir ou gastar valores absurdos para trazer marcas que você gosta para sua loja.

Capital de estoque:

O estoque para uma loja é realmente grande, porque é necessário ter versatilidade em relação aos produtos.

Cores, tamanhos, modelos e até mesmo quantidade devem ser levados em consideração.

Uma loja precisa de produtos, mas produtos nem sempre são baratos.

Não precisar de estoque é uma das principais vantagens do DropShipping Nacional.

Não precisa manter uma loja:

Manter uma loja é muito mais do que ter produtos, é necessário uma série de meios.

Quem tem loja gasta energia, limpeza e principalmente tempo.

Imagina ter de ficar horas organizando e limpando os produtos?

Uma das principais vantagens do Dropshipping Nacional é não ter de manter um estoque por nenhum momento.

Economize seu dinheiro e seu tempo trabalhando em parceria com um fornecedor de qualidade.

Variedade em sua loja:

Uma das vantagens do Dropshipping Nacional é que você tem mais variedade de produtos em sua loja. Principalmente porque é possível receber produtos de vários fornecedores.

Caso trabalhe apenas com um nicho, ainda sim, é possível ter versatilidade de peças.

Uma loja virtual com inúmeros revendedores pode abrir um leque para você no mercado digital.

Porque não tentar?

Com mais produtos você automaticamente garante mais clientes.

Menos trabalho:

Imagine um lojista que tem que trabalhar atendendo, recolhendo e guardando peças…. Não parece um trabalho divertido, não é mesmo?

Mas a partir do momento em que você tem uma loja virtual é possível configurar para as compras serem feitas sem a necessidade de um assistente.

Só é preciso manter o site no ar, simples não?

Além do mais, enviar os produtos não será responsabilidade sua, mas sim do fornecedor.

Então não importa se sejam mais de 5000 produtos vendidos, o seu trabalho será o mesmo de que um único.

Não é preciso ter uma empresa:

Como trata-se de um negócio virtual não é preciso de maneira alguma ter CNPJ ou algo do tipo.

Ou seja, você também economiza nos impostos. Menos gastos a acrescentar.

Você decide o valor:

Uma das vantagens do DropShipping Nacional é que você é totalmente autônomo. Ou seja, até mesmo os valores dos produtos são decididos pelo revendedor.

Controle suas margens de lucro.

Flexibilidade:

Além de todas essas vantagens, com o DropShipping Nacional você pode trabalhar com qualquer cidade do Brasil, seja de qual região for.

Ótimo, não é mesmo?

Por essas vantagens é possível perceber que sim, vale totalmente a pena trabalhar com DropShipping Nacional.

Mas devo temer algo nesse mercado?”

Todo mercado tem seus desafios, mas saber quais são e como enfrentá-los não é fundamental?

Veja a seguir quais são as desvantagens de se trabalhar com DropShipping Nacional, e principalmente como resolver esses desafios rapidamente:

Desvantagens do DropShipping Nacional

Em contraditório, existem algumas desvantagens que os revendedores devem estar atentos ao trabalhar com DropShipping Nacional.

Conheça fatores que você não deve passar por despercebido:

Produtos fora de estoque:

É necessário que você mantenha uma boa comunicação com seu fornecedor. Sempre perguntando quais produtos podem ser vendidos em sua loja virtual.

Algo recorrente é que existem fornecedores que acabam vendendo todos seus produtos, mas não avisam para seus respectivos vendedores.

Já pensou vender um produto e depois descobrir que ele já não está mais disponível?

Ter de ressarcir seu cliente e ainda mantê-lo com um comprador para possíveis projetos pode ser uma tarefa difícil.

Então para evitar vender produtos que estejam fora de estoque é importante manter uma comunicação direta e sem erros. Pois, ao contrário, pode lhe ser muito prejudicial.

Principalmente porque sua reputação estará em jogo.

Demora na entrega:

Para evitar esse fator é ainda importante manter um diálogo com seu fornecedor.

Imagina vender um produto, mas o cliente constatar que não recebeu no prazo adequado.

Isso ocorre porque a responsabilidade de entregas não é sua, então nem sempre poderá se ocupar de outra responsabilidade, verificando se o produto está sainda do depósito no dia correto.

Então sempre tenha uma comunicação com seu fornecedor, informando-o até que dia o depósito deve ser feito.

Com isso, você poderá livrar sua reputação, salvando-se de uma insatisfação do cliente.

A demora do produto por muitas vezes pode não ser evitada. Por esse motivo, é importante que entre em contato com o seu cliente, ou ao menos, envie um pedido de desculpas.

Com formalidade e educação com certeza você não terá tantos problemas.

Mas sim, a demora da entrega é uma das principais desvantagens do Dropshipping Nacional.

Alta competição:

Infelizmente, exclusividade não é um dos principais focos desse meio e pode ser uma das principais desvantagens do DropShipping Nacional.

Como você pega produtos de outras lojas seus produtos não serão nenhum pouco exclusivos. Sendo assim, será gerado uma alta concorrência pelo melhor valor, pelo frente, enfim, existirão dificuldades ao longo do caminho.

Mas que trabalhos não existem dificuldades?

Nesse caso, é fundamental que faça o que estiver ao seu alcance para manter a credibilidade e a imagem de sua loja virtual.

Com uma loja virtual que transpassa confiança, com certeza os clientes irão lhe selecionar para fazer suas respectivas compras.

A imagem e a credibilidade são seus cartões de visitas.

Problemas com a rede:

Tenha em mente que cuidar do site ou loja virtual é sua principal tarefa, pois caso hajam problemas com a rede (ou sai do ar), você acabará perder dinheiro.

Por depender totalmente da internet os problemas com a rede podem ser seus maiores inimigos.

Para evitar isso, esteja sempre atento e contrate uma internet de alta qualidade.

Demora de lucros:

Infelizmente, é possível que nos primeiros dias trabalhando com o DropShipping Nacional você demore para ter um retorno financeiro.

Esse fator ocorre principalmente porque você deve dividir uma determinada porcentagem com o fornecedor.

Além do mais, nos primeiros meses é possível que tenha uma quantidade reduzida de clientes.

Um pequeno desafio que terá que enfrentar é o tempo. Mas não desista, pois ainda que hajam desvantagens do DropShipping Nacional, uma vez que se esforce conseguirá atingir todas suas expectativas.

Trabalhe bem com DropShipping Nacional.

Mas para conseguir se destacar no mercado e trabalhar adequadamente você precisa de fornecedores de produtos, não é mesmo?

No próximo tópico você poderá descobrir o nome de ótimos fornecedores. Esperamos que algum deles seja seu nicho.

Dropshipping Nacional: Onde encontrar fornecedores no Brasil

Conseguir fornecedores no Brasil que ofereçam produtos de qualidade para seu site e que ofereçam uma remuneração de teus serviços pode parecer uma tarefa um tanto complicada.

Mas hoje apresentaremos alguns fornecedores que podem ser fundamentais em seu projeto. Conheça-os agora:

PedCell:

A primeira opção da lista de fornecedores no Brasil é a PedCell.

Trata-se de uma empresa que trabalha com Peças e acessórios, tanto para tablets quanto para celulares.

Atualmente é uma empresa de São Paulo, e caso esse seja o nicho que você quer trabalhar pode ser uma boa opção de Dropshipping Nacional.

Hayamax:

Ainda falando da área de tecnologia, temos Hayamax uma empresa de peças eletrônicas que trabalha com Dropshipping Nacional:

Instrumentos musicais, sons profissionais e produtos de informática, são apenas alguns dos produtos que ela oferece.

Sim, se esse for o nicho que está disposto a trabalhar você pode tentar uma parceria com essa empresa de Londrina

Com ela é possível também ver o estoque virtual.

Xtreme Storie:

Xtreme Storie é uma loja virtual,  que tem como principal foco a venda de roupas femininas e masculinas.

A moda desportiva fala mais alto nesse caso.

Atualmente ela trabalha com mais de 100 revendedores em todo o Brasil, por isso, torna-se também um ótimo fornecedor. Você entende a qualidade.

Empório Bags:

Voltada mais para um público feminino, a DropShipping Nacional, Empório Bags, pode ser a solução para quem trabalha com a venda de roupas, bijuterias e bolsas.

Ainda que sejam possíveis encontrar materiais masculinos, as bolsas de ombro, transversal e de saco, do público feminino, não poderiam deixar de serem grandes destaques entre os fornecedores no Brasil.

A decisão é sua, pegar ou largar.

Sinta-se Bem:

Agora vamos para um nicho mais além, o mercado de produtos naturais.

Ainda que não seja o mercado de maior destaque em vendas de todos, é um dos que vêm crescendo nos últimos anos.

Sinta-se bem é um dos fornecedores no Brasil de suplementos alimentares. Se for seu nicho, boa sorte!

Dimona

Agora é hora de destacar um fornecedor que trabalha com um mercado que está em constante crescimento: o de Camisetas personalizadas.

Hoje não a quem não queira uma camiseta de sua preferência, baseado em um filme, uma série, um dorama, um mangá, um anime ou ainda de uma novela.

Sempre há alguém querendo um belo personagem estampado em uma camiseta. Há sempre alguém querendo mostrar ao mundo os seus gostos e suas preferências, seja ainda por grupos musicais e bandas.

Bem, se esse não for um nicho que quer trabalhar, é bom avaliá-lo, pois pode ser um bom foco para DropShipping Nacional.

Além disso, é um dos focos de colecionadores.  Principalmente de sagas.

Senhor dos Anéis, Harry Potter, Resident Evil, são apenas algumas das sagas que contam com inúmeros artefatos de valor.

Se não for para tê-los, seja igualmente elegante com uma camiseta ao seu próprio gosto.

Mas agora, parando um pouco a empolgação, vamos direto a um dos fornecedores no Brasil.

A Dimona trabalha com camisetas personalizadas, sejam elas, polo, t-shirt, Baby Long, ou ainda, Cropped.

O que já traz um grande leque de vendas, maior disponibilidade e maior chances de possíveis compradores.

Com a Dimona é possível escolher desde o modelo, a estampa, até a cor, para você trabalhar de uma vez por todas.

Dimona também trabalha com canecas personalizadas, que além de ser um grande charme é luxo garantido.

Com certeza um ótimo nicho a trabalhar. Não acha mesmo?

Que tal descobrir ainda um pouco mais sobre Dimona? Vá em frente!

Dimona – Fornecedor do DropShipping Nacional

Qual a história de Dimona?

Dimona é um fornecedor do DropShipping Nacional de tradição familiar.

Dimona nasceu com a união da família e do lar para transpassar aos seus respectivos clientes a história de sua cidade, de seu país.

Ou melhor, ajudar a contar a história de pequenos e grandes acontecimentos que envolvem a nação brasileira

Em 30 anos, trabalha com diversas estampas, que são desenvolvidas meticulosamente para melhor atender seus clientes.

Garante uma linha completa de camisetas, com os mais variados valores. Dimona trabalha com vários acabamentos.

Com a variedade de máquinas para personalização que Dimona trabalha, é possível transpassar a idéia das imagem com excelência.

Ou seja, as estampas serão passadas da maneira mais adequada com esse fornecedor do DropShipping Nacional.

Confira ainda a coleção de estampas personalizadas da Dimona.

Onde é possível encontrar uma loja Dimona?

As principais sedes da Dimona estão localizadas no Rio de Janeiro, entrando no site oficial é possível visualizar o endereço

Quais são as principais linhas vendidas na Dimona?

Existem algumas linhas de produtos que com certeza você deve verificar ao comprar  produtos da Dimona. Veja agora mesmo alguns:

  • Dimona Classic:

Essa é uma das peças promocionais da Dimona, que teve sua coleção lançada em 1980.

Trata-se de um peça confeccionada em 100% algodão. Com 7 modelos e mais de 10 cores disponíveis.

Entre os modelos disponíveis estão, baby long, gola v, polo, regata, machão, t-shirt e manga longa.

As cores são as mais variadas, disponíveis tanto em modelo masculino quanto em modelo feminino.

Que são confeccionadas com qualidade para o uso e revenda dos produtos.

  • Dimona Quality:

Essa é uma das principais linhas de roupas para quem deseja trabalhar com Silk-Screen, Silk Digital, Plotter ou transfer digital. Ou ainda, o transfer convencional.

Encontrada em três modelos, é um produto confeccionado em 100% algodão. Pode ser uma ótima escolha, não é mesmo?

  • Camisas Estonadas:

Mais peças para personalizar, as queridas camisas Estonadas não encolhem e podem ser encontradas tanto no modelo feminino quanto no masculino.

Vale conferir também.

  • Dimona Prime:

Que tal uma peça pré lavada, amaciada, cheirosa e com costuras reforçadas? Essa é a vantagem de escolher as peças Dimona Prime:

Existem inúmeras linhas de peças que com certeza você deve conferir ao trabalhar com DropShipping, não deixe de conferir, okay?

Mas de que adianta ter um fornecedor selecionado se ainda não sabe onde hospedar sua loja virtual, ou ainda, como criá-la? Descubra no próximo tópico.

Plataformas para DropShipping Nacional

Encontrar plataformas para DropShipping Nacional pode parecer uma tarefa um tanto complicada. Mas não se preocupe, hoje mostraremos quais opções você pode escolher para seu novo negócio.

Podemos começar?

Magento:

Não há quem que deseje trabalhar com DropShipping Nacional que não já tem escutado o nome “Magento” pairando por aí.

Essa é uma das principais plataformas para DropShipping Nacional e também uma das mais conhecidas.  Onde sua plataforma é responsável por em média 15% de todas as plataformas do país.

Com ela é possível fazer criação de sites, com um inúmeras personalizações para a loja virtual.

Atualmente Magento é um dos líderes em pesquisas do Google Trends.

O que faz com que seja uma das plataformas para DropShipping Nacional mais conhecidas é trabalhar com código aberto, uso internacional, e ainda, diversas formas de pagamento.

Portanto, em contradição ela também é conhecida por ser um tanto complexa.

Seja como for, você pode pesquisar para saber se Magento é a opção mais relevante para sua loja virtual.

Woocommerce:

Claro que essa opção não poderia faltar na lista das melhores plataformas para DropShipping Nacional, falando de tamanho, ela é com certeza uma das ganhadoras.

Principalmente por ser responsável por um quarto do mercado virtual brasileiro.

Ela é conhecida por ser completa, e sua configuração baseia-se no WordPress, que atualmente é o gerenciador de sites com mais fama de todo o mundo.

O WordPress também é a mais utilizada plataforma de criação de sites.

O Woocommerce acaba sendo uma boa opção, basta ver se ela será a mais benéfica para você.

Ela também tende a ser mais simples que o Magento.

Vtex:

A terça da plataforma da lista é Vtex, que atualmente garante 8% das lojas virtuais brasileiras.

Ela  é uma multinacional que foi fundada em 1999, e tem sede no Rio de Janeiro.

Pode ser uma opção relevante, então vale a pena conferir.

Drop Nacional:

A Drop Nacional é uma opção que com certeza não deve passar de lado. Principalmente por ser uma das melhores plataformas de Shopify do mercado.

Entrando no site https://dropnacional.com.br/ você pode verificar as vantagens dessa plataforma para DropShipping Nacional.

Em primeira mão, existe a loja de demonstração que irá auxiliar quem deseja trabalhar com lojas virtuais.

Você pode entrar e verificar a loja Demo. Porque não?

Drop Nacional é principalmente conhecida para quem deseja trabalhar no mercado de Bonés, camisetas e canecas.

É uma ótima opção para quem deseja trabalhar com o mercado personalizado.

Você pode ainda fazer o teste gratuito por 30 dias para verificar que essa é uma das melhores plataformas para DropShipping Nacional.

Ou ainda, faça um curso online pelo Drop Nacional.

Não deixe de verificar!

VirtueMart:

Também trabalhando com código aberto, Virtuemart, é mais uma opção das plataformas para DropShipping Nacional que você pode escolher.

É principalmente adequada para sites que tem um tráfego menor, principalmente de baixo e médio nível.

A linguagem de VirtueMart é baseada em PHP.

Além tem expansão em Mamboo.

Já conseguiu decidir quais das plataformas para DropShipping Nacional?

Não deixe de conferir cada uma.

Mas agora que você já sabe bastante coisa do trabalho com uma loja virtual “compartilhada”, assim por dizer, é a hora de saber sobre o lado financeiro.

Afinal, esse com certeza é um dos motivos pela qual deseja ingressar em seu próprio negócio, não é mesmo?

Os pagamentos quando são recebidos? Saiba a seguir de uma vez por todas:

Como é feito o pagamento e o envio da mercadoria

Inicialmente mostraremos os principais meios para realizar o pagamento trabalhando com o DropShipping Nacional. Será que realmente compensa?

Você trabalha depois recebe o valor interino:

Um dos principais métodos para receber o pagamento trabalhando com o DropShipping Nacional é recebendo o valor interino somente após a realização de suas atividades como profissional.

Portanto, em alguns casos é necessário ter capital inicial para realizar pagamentos pelo PagSeguro ou por MercadoPago.

Principalmente porque por esses dois métodos só liberam o dinheiro após o cliente receber o produto.

O valor pago por você será para garantir o envio do produto de maneira mais rápida.

Portanto não precisa se preocupar. Assim que o cliente receber o produto, você será ressarcido e receberá a sua porcentagem

Então nesse primeiro método é um pouco mais demorado para receber pelo pagamento da mercadoria.

Pode não ser o método mais viável para quem quer receber rápido, portanto, você estará prezando pela satisfação do cliente.

Além do mais, não são todos os clientes que selecionam esse método para realizar seu pagamento. São apenas algumas das opções a levar em consideração.

Mesmo que demore determinado tempo, você receberá o valor interino após a conclusão de todo o pagamento.

Leve esse método como um pequeno investimento, você paga inicialmente e depois recebe um valor ainda maior.

Recebe o valor antes da compra:

Nesse método de pagamento não será necessário investir seu capital, pelo contrário, antes de fazer o pedido para seu fornecedor você receberá o valor de seu cliente.

Ou seja, o cliente escolhe o produto, paga para você e repassa de imediato a parte para o fornecedor.

Esse é o método mais conhecido e mais vantajoso para o pagamento e o envio da mercadoria.

Assim você não gasta dinheiro, recebe 100% de seu dinheiro e pode até mesmo usar boleto para compra.

Mais opções?

Existem outras opções além do PagSeguro e do MercadoPago para realizar o pagamento e o envio da mercadoria. Também é possível trabalhar com depósito em conta e cartão de crédito.

Com certeza esses dois métodos serão de grande ajuda para você. Não, é mesmo?

Como fazer o envio da mercadoria?

Por mais que você não precise fazer essas atividades, é importante saber que pode ser feito tanto por correio quanto por transportadora.

Seja como for, você pode escolher o método que mais se encaixa em sua preferência.

Devo ou não trabalhar com DropShipping Nacional?

Como você já deve ter percebido, DropShipping Nacional é sim um mercado vantajoso, que pode abrir portas para qualquer profissional que deseje se tornar de alguma maneira autônomo no mercado.

Claro que é escolha sua se deve ou não trabalhar com DropShipping Nacional, portanto, antes de tomar uma decisão negativa, saiba, que você está rejeitando um mercado que tem muito a oferecer.

Mesmo que inicialmente o trabalho pareça complicado, você pode pesquisar em vários sites, que com certeza irão lhe ajudar.

Ou ainda, visualizar os vídeos do Drop Nacional, por exemplo. Youtube também é uma rede social a levar em consideração na hora de aprender mais sobre lojas virtuais.

Além do mais, não é um trabalho difícil, apenas requer um pouco de esforço (como todo trabalho que traz retorno, não é mesmo).

Já ouviu, “Você está com o queijo e a faca?”

Esse ditado se encaixa perfeitamente nessa ocasião. Você tem a oportunidade de começar a trabalhar com DropShipping Nacional, mas começar depende totalmente de você.

Como ser um bom profissional no mercado que desejo ingressar?

Se escolher trabalhar com esse mercado lhe parece algo muito repentino. Saiba a seguir o que é preciso para conquistar qualquer mercado e se tornar o melhor profissional em pouco tempo.

Arrisque:

“Quem não arrisca, não petisca”. Mais um ditado para lhe mostrar que é preciso lutar por seus sonhos.

Se você tem um sonho, tenha foco e lute para conquistá-lo.

Lembre-se que todos os grandes homens e as grandiosas mulheres, só são lembradas assim pelo que fizeram.

Mas as pessoas que não arriscam nem são lembradas quando falamos de economia ou empreendedorismo.

Se você quer ser um bom profissional você deve estar disposto a arriscar e a lutar para seu o melhor profissional que puder.

Estude:

Uma pessoa sem estudos dificilmente alcançará seus objetivos.

Devemos levar em consideração que são milhares de profissionais no mercado e seu cliente só vai escolhê-lo se for bom.

Estudar lhe abrirá portas para ser um ótimo revendedor de DropShipping Nacional.

Lhe deixará à frente de milhares e milhares de profissionais. Não perca seu tempo. Não é hora disso.

Deixe para descansar quando tiver seu império econômico montado.

Determina seus objetivos:

Para ter uma loja com DropShipping Nacional é fundamental que você determine quais objetivos deve atingir.

Quer uma loja de nível mais baixo? De alto nível?

Mesmo que não pareça, essas é uma tarefa fundamental para quem quer se tornar um grande empreendedor um dia.

Essa foi a última dica.

Espero que tenha aproveitado o artigo!

Shopify é confiável?

Todo empreendedor sabe a dificuldade que se tem para poder abrir uma empresa, a burocracia, as papeladas, o tempo excessivo e sem falar nos autos custos para manter em dia seu empreendimento, realmente é uma aventura não tão agradável

Segundo o Sebrae a cada três empresas abertas no brasil duas fecham antes de completar os três primeiros anos, então observando esses acontecimentos, muitas empresas que estão iniciando, buscam se aliar ao mundo digital para começar sua vida comercial.

Está muito em alta o investimento em e-comerce, de acordo com a pesquisa da Associação Brasileira do comercio eletrônico (ABComm) o setor cresceu quase 12% no último ano com um faturamento de quase 60 bilhões de reais, ou seja, a aposta é certa, as lojas virtuais ganham força frente a diversos fatores, as dificuldades para criar uma loja física e as inúmeras facilidades e benefícios que o e-comerce possui.

Mas tudo bem! Você já compreendeu qual o caminho a seguir, mas surge a grande dúvida, entre tantas plataformas de venda, qual a melhor no mercado? Não há dúvida quando se fala em qualidade! E o primeiro nome que surge como a queridinha das empresas e programadores é a Shopify!

O QUE É A SHOPIFY?

Como uma chamada simples e encantadora, o Shopify descreve em sua página principal para que esta no mercado; “uma plataforma feita para você”.

A Shopify descomplica a ideia antiga e engessada de que ter e-comerce é difícil, que para montar seu e-comerce é muito complicado, pare! Antes de você começar seu negócio pesquise com quem entende do assunto, não se deixe levar por que tenta a todo instante e não consegue, cases de sucesso só podem ser relatados por que viveu a experiência, e a Shopify é a história viva de que as lojas virtuais são um sucesso!

A Shopify foi criada em 2004 era um site que vendia Snowboard, mas observando que a sua plataforma de vendas deu muito certo, expandiu a tecnologia para outras empresas terem essa possibilidade, então já são 14 anos de experiência, a credibilidade conquistada não engana, em 2009 a Shopify faturou os primeiro 100 milhões de dólares, já em 2011 a Shopify conquistou lojas em mais de 80 países, e o sucesso não para! Em 2014 ela chega a 1 bilhão de transações, em 2015 a Shopify atingiu a marca de 140 mil lojas e 3,7 bilhões de vendas com sede no Canadá, a Shopify é uma das plataformas mais utilizadas no mundo! Seu faturamento anual é de 580 milhões de dólares.

COMO A SHOPIFY FUNCIONA?

Quando escolhemos investir no e-comerce, tendo ou não á empresa, obviamente pensamos apenas no sucesso, nas vendas, nos números, mas é importantíssimo, antes de iniciar qualquer área da nossa vida, planejarmos, nos dedicar um instante para pensar no que realmente queremos.

Para abrir uma loja virtual é essencial que possamos compreender o básico de como esse mundo funciona, de que as pessoas estão com um gigantesco menu de opções para compra de cada produto, seja um lápis ou avião, de que o usuário deseja comprar um produto de qualidade, pois a regra do gato por lebre também existe no mundo virtual, talvez até mais forte que nas lojas físicas, muitas empresas de baixa índole vendem produtos e entregam outros, isso ocorre muito mais em pequenos comércios virtuais, onde não existe política alguma de venda e as vezes nem ao menos um registro civil da mesma.

O cliente deseja pressa tão quanto na loja física, então a entrega também é importante e os pagamentos também são um tabu, pois muitas pessoas demoram para comprar e ainda nem compram via lojas virtuais com medo de serem roubados os seus dados de cartão, pois bem, todos esses problemas existem, não há como negar, mas não na Shopify!

Sim! Na Shopify você tem a disponibilidade de compra segura, agilidade no serviço que deseja, e a maior segurança de e-comerce do mundo, ela atende os padrões de segurança PCI nível 1 e utiliza criptografia SSL de 128 bits e não terceiriza os pagamentos, você não precisa ficar pulando de página em pagina, é tudo ali o que impede a possibilidade de invasão hacker.

Você tem disponível todas as ferramentas para criar o que deseja para seu e-comerce além de contar com lindos layouts, você tem suporte para seu registro de domínio, não precisa também pular de site em site a Shopify faz tudo para você! É o famoso mil e uma utilidades!

QUAIS AS VANTAGENS DA SHOPIFY?

“Quando a esmola é demais até o santo desconfia! ” Você já deve ter escutado essa frase dos vovôs e vovós do nosso país? É tanta vantagem no Shopify que até não parece verdade, mas é! A prova real está nos números gigantesco dos quase 580 milhões de dólares de faturamento anual, A Shopify é um sucesso, e quem não quer participar do sucesso?

Entre as diversas vantagens que a Shopify possui as que podemos citar inicialmente para você que vai começar hoje nessa incrível plataforma de vendas é o baixíssimo custo para iniciar,  primeiro voce pode testar se você se encaixa aos benefícios da plataforma, podendo utiliza-la por 14 dias gratuitamente, ou seja você pode pagar ela com o lucro de sua venda!

A Shopify possui diversas opções de design, suporte para compra instantânea no carrinho, aceita todo tipo de moeda, não importa onde você estiver pode pagar com seu cartão de crédito!

Possui a mais segura estrutura de pagamento online do mundo! De acordo com seu crescimento você pode adicionar funcionalidade ao seu e-comerce, ou seja, você investe de acordo com seu crescimento, terá ajuda de especialistas da Shopify que irão te auxiliar em tudo, até mesmo contrata um fotografo para fazer suas fotos profissionais e claro suporte de acesso para aplicativos de mobile, top né?

VALE A PENA USAR A SHOPIFY?

Se existe algo que deixa um consumidor furioso é gastar dinheiro em algo sem qualidade, muitas vezes um profissional pode levar anos para fazer sua imagem no mercado de trabalho, mas poderá ter ela destruída em minutos, assim é também no mundo online, porém, já pode se contar os mecanismos de resolução de problemas!

Na Shopify não há meias verdades, tudo é claro e objetivo, você sabe pelo que paga, você confia em abrir seus dados e utilizar seu cartão, não há preço quando se tem segurança e qualidade, além disso seu cliente estará satisfeito pelo bom atendimento e resultado de compra e você também por ter um comercio de qualidade que te dá todo suporte desde a criação até a venda com a disponibilidade que a Shopify propõem com sua equipe de marketing place, vale muito a pena a Shopify!

SHOPIFY É CONFIÁVEL?

A confiança de um negócio bem feito já cria o pós-venda, já cria o marketing de boca em boca, e Shopify é expert em criar confiança para seus usuários, ela atende os padrões de segurança PCI nível 1 e utiliza criptografia SSL de 128 bits e não terceiriza os pagamentos, é simples, você não precisa ficar clicando ali e aqui e ficar navegando entra páginas, é a fortaleza do cartão de crédito, as informações que entra ali ficam ali, em segredinho! Segurança máxima!

CONCLUSÃO:

Não tenha medo! Pense e planeje, assim como esta estratégia a segurança é inevitável, só vence quem tenta, e o seu negócio precisa estar no mundo digital, é essencial, todos buscam hoje a internet para tudo e a Shopify será a solução para o lucro certo de seu e-comerce! Pode ir pois é bom demais!

O que é print on demand(PoD)?

Trabalhar como escritor de livros ou escritor de história em quadrinhos sempre foi um tabu. Muitas pessoas que sonhavam em ser profissionais nessa área, nem tentaram começar pois eram desencorajados pelos próprios familiares e amigos.

Em um tempo não muito distante, essas duas profissões eram reconhecidas como sem futuro, pois era difícil de ganhar dinheiro a não ser que fosse extremamente talentoso ou já tivesse dinheiro para investir pesado na publicação, sem a ajuda de uma editora. E as próprias editoras tinham suas limitações em relação ao número de obras que podiam publicar.

Hoje, graças ao advento da internet, essa realidade começou a mudar. As pessoas estão sendo encorajadas a seguir seus sonhos, além de que espalhar informação e conteúdo se tornou mais fácil.

Nós vamos ver hoje o que é print on demand (PoD) e como ela está sendo crucial para mudar essa realidade. Além de sua praticidades.

Então… o que é print on demand?

Ao mesmo tempo que é uma técnica de marketing é também um modelo de entrega de produtos.

A maioria dos produtos que são vendidos em mercados, lojas, shoppings e sites de venda, são produtos que a empresa fez em larga escala, ou seja em grande quantidade. Esse tipo de produção é muito comum e geralmente é barato.

Porém ainda assim, para conseguir produzir grandes quantidades de um produto sai caro para pequenas empresas. E o mesmo ocorre na indústria de livros, revistas, histórias em quadrinhos e até em estúdios de design.

O que o print on demand faz é facilitar a vida de pequenos empreendedores, escritores, editoras e artistas. Pois é uma estratégia de venda focada para produção em pequenas escalas.

Essa técnica permite que mesmo que a venda do produto foi de apenas uma unidade. A gráfica irá imprimir essa única unidade e enviar para o cliente.

Então, o que é print on demand? É um facilitador para que novos autores possam vender suas obras. E é o tipo de produto que nunca estará em falta no estoque.

Como funciona?

Vender seu produto por print on demand é uma das formas mais práticas de colocar logo sua obra no mercado. Veja abaixo alguns passo a se seguir:

  1. Arquivo do produto preparado e formatado;
  2. Arquivo digital enviado para uma gráfica;
  3. O produto fica disponível nos sites;
  4. O cliente compra o produto;
  5. Após a compra o site envia a notificação para a gráfica;
  6. A gráfica imprime o livro e envia para o cliente;
  7. A editora recebe o pagamento e passa a porcentagem para o autor.

Após ter terminado sua obra você deve passar toda ela para um formato digital. Esse arquivo deve estar totalmente pronto para imprimir. Ao enviar seu arquivo para a gráfica, você irá especificar tudo o que deseja no livro impresso, estilo de capa, folha, tamanho entre outras especificações.

A partir do momento em que sua obra estiver para vender em um site, assim que o cliente confirmar o pagamento do produto a gráfica será notificada e irá imprimir o produto. Após isso enviará para o cliente.

E todos ficam satisfeitos pois todos lucram. O cliente, o autor a editora e a gráfica.

Quais são os gastos?

O  primeiro passo será encontrar um gráfica que possua o serviço print on demand e que te agrade.

O que é o print on demand quando se trata de finança? Seu maior gasto será diretamente com a gráfica, por isso saber o quanto vai custar depende do orçamento.

Mas o ponto positivo desse tipo de venda é que você pode incluir o valor que você vai gastar com a gráfica diretamente no preço de venda do seu produtos. Claro, isso irá encarecer o seu produto um pouco. Porém isso não te fará falir ou entrar em dívidas.

Um dos maiores benefícios que o print on demand oferece ao pequeno empreendedor é sempre lucrar com seu produto. Pois mesmo que venda caro, o preço estipulado sempre te trará um lucro e você ficará longe das dívidas.

O que você deve colocar agora em suas contas é: quanto gastei para a fabricação do produto, seja livro, história em quadrinhos, camisetas ou canecas. Coloque tudo na ponta do lápis. Depois inclua as taxas da gráfica e do site de vendas.

Ao finalizar todo esse cálculo você sabe quanto gastou. Estipule uma média mínima de venda, seja realista. A partir desses dados você pode estipular o valor final e o quanto irá lucrar.

Com sabedoria, usar print on demand não tem como dar ruim.

Como preparar seu livro/HQ pronto para vender?

Depois de descobrir o que é o print on demand você deve estar se perguntando como pode comercializar seu livro ou HQ. Não é difícil, veja a seguir.

Ao finalizar seu livro ou HQ, você deve formatar de modo que a gráfica consiga ler o arquivo corretamente e diminuindo os erros de impressão.

Salve sempre o documento em PDF, nunca em word, ebook, ou como imagem. Desse modo você impede modificações em sua obra e uma impressão linear, com pouca margem de erro.

Como uma margem de segurança para você é importante você ter uma pequena tiragem da sua obra física contigo, para que você saiba qual vai ser o resultado final e apresentar seu produto em feiras e lançamentos.

Depois de tudo isso feito e o arquivo enviado a gráfica, o editor deve deixar TODAS as especificações da impressão com a fábrica para que a  impressão e a venda ocorra como o esperado.

Vantagens do print on demand

Baseado em o que é o print on demand, vamos ver quais suas vantagens e desvantagens.

A margem de prejuízo é muito baixa ao utilizar essa técnica. Você decide o valor que irá cobrir as despesas.

Seu produto personalizado, ao invés de vender o produto dos outros, venda a sua ideia

Ao invés de depender de alguns sistemas demorados de liberação do produto, com a técnica do print on demand, sua entrega será rápida, assim  que o produto for comprado e a gráfica terminar o serviço, ele será em breve enviado para o cliente.

Você também protege seus produtos de plágio. Ficará mais difícil das pessoas copiarem a sua ideia.

Agora uma desvantagem para o print on demand é que você estará limitado a vender somente produtos que você produz. Se quiser vender produtos feito por outras empresas, o ideal é você abrir um estoque e criar uma loja online para vendê-los.

“Para quem não sabe, o print on demand nao limita-se apenas a livros e HQs, mas também a canecas e camisetas personalizadas. Hoje em dia você pode criar uma empresa de venda de camisetas, sem ter que gastar com espaço físico e estoque”

Algumas gráficas que fazem print on demand no Brasil

Claro que essa técnica já chegou ao Brasil, olhe a lista a abaixo algumas gráficas:

  • Graphia Alliance-Printing Solutions;
  • Print on Demand – SCORTECCI;
  • OndBook;
  • Blurb.

Essas são algumas opções que você pode escolher caso desejar vender seus produtos desta maneira. Pesquise sobre cada uma delas e veja qual se encaixa melhor em seu padrão.

Vale a pena?

Agora que você conheceu em detalhes o que é print on demand você deve analisar se vale a pena adquirir esse método de venda. Se você terá paciência para administrar seus produtos e finanças.

A ideia e mercado para esta técnica são muito bons. Faça o marketing, junte uma equipe de pequenos artistas e justos vençam a barreira criada por grandes empresas e editoras. Hoje a internet e a atualidade estão do seu lado.

Deixe a sua criatividade crescer. Crie os próprios produtos com o print on demand. E realize seu sonho. Hoje é possível!

Dropshipping nacional: O que é?

Falaremos no post de hoje tudo sobre Dropshipping Nacional.

Pense em uma marca muito famosa do nosso mercado, aquela que todos almejam, mas poucos possuem, pensou? Ok, continuamos!

Agora imagine que você entrou em um e-commerce de sua preferência e precisa muito adquirir uma geladeira. Então começou o seu garimpo atrás do melhor custo x benefício.

Então depois de muita pesquisa, muitas marcas e ofertas… Você finalmente encontrou o eletrodoméstico daquela marca que você tinha lembrado, que é o sonho de todo mundo.

Gostou do modelo e do valor e a comprou, simples como você já está habituado. Esperou o prazo pré-determinado para a chegada.

Chegou o grande dia, escutou a buzina do caminhão. Quando você abriu a porta de sua casa se assustou, o caminhão não era da loja do e-commerce e sim da indústria!

Uma marca tão famosa entregando diretamente para você? Que chique né?

Então você se questiona, como isso é possível?

Você pensou tão alto que o motorista do caminhão escutou e lhe disse;

“É dropshipping nacional, moça! ” Não adiantou nada, mas você concordou com o motorista antes de ele ir embora, porém foi correndo pesquisa o que é dropshipping nacional?

Um exemplo para explicar;

Você vai abrir sua tão sonhada loja, perde o sono a noite de tamanha felicidade, prepara toda a estrutura, gasta horrores para deixar tudo conforme a música, contrata funcionários, paga impostos, alvarás para lá e alvarás para cá!

Faz tudo que a extensa legislação brasileira exige, somente para poder abrir sua loja, seja ela gigantesca ou pequena.

Depois vem a inauguração, as novas metas, vendas, comissões, movimento ruim, contas atrasadas, e os primeiros fios de cabelo caindo!

Outros comércios:

Você sai da sua loja, já está extremamente estressado, precisa relaxar! Passa em frente a uma pequena sala comercial, com muitos banners de produtos, que até mesmo você vende.

Você nota que até é bem mais barato que os seus, dentro da sala há apenas uma pessoa uma mesa, cadeira e um computador.

Você resolveu voltar com dúvida do que viu? Ufa! Ainda bem!

Por que poderia ser pior no estado de nervos que se encontra se descobrisse a verdade.

A verdade é que ele não tem estoque e vende muito mais que a loja, que tem!

Eu vou explicar como isso é possível, a novidade está revolucionando a ideia de ter uma loja física, e nem é tão novidade existe desde 2006, não importa o segmento, seja ela de eletrodomésticos, eletrônicos, vestuário e até de cursos.

Mas como é possível não ter nadinha dentro dela e assim mesmo poder vender muito?

Dropshipping! Estoque na fonte de origem, tão simples que nem parece real, mas é e muito lucrativo! E já está presente no Brasil!

Mas o que realmente é Dropshipping?

Dropshipping é um novo conceito criado para a logística, iniciou em 2006, na China, em parceria do maior site de criação de e-commerce, o Shopify e a gigante asiática Ali Express.

A Shopify possui mais de 140 mil usuários e fatura 580 milhões por ano, é considerada uma das plataformas mais seguras.

Em seu sistema possui todo apoio técnico de diversos profissionais, desde a confecção do seu site com diversos design para incrementar sua página, nas criações de marketing, estratégia de venda, nichos a atingir, e pôr fim a finalização da venda.

Possui sua própria plataforma de vendas, não terceirizar a cobrança, isso lhe deixa com ainda maior credibilidade nas transações e armazenamentos de dados, pois não fica pulando de página para página, tudo fica fechado como em um cofre!

Entre seus aplicativos, a Shopify disponibiliza o Oberlo, que é uma plataforma dentro do site, que é especializada em Dropshipping.

A Oberlo proporciona velocidade na publicação, ela é parceira exclusiva da Aliexpress, então você pode publicar diretamente o item da empresa no seu e-commerce.

A Dropshipping consiste em usar o estoque de origem, ou seja, o e-commerce é o vendedor do produto. Mas não tem estoque, depois de finalizado, é gerado o pedido para a fábrica ou unidade de venda da empresa, chamada também de Dropshipper, e a indústria será a responsável pela entrega.

Assim o diversos custo de estocagem terminam, pois, a indústria também pode trabalhar por demanda de pedidos, reduzindo os custos desde o início reduz no preço final, é facilidade e benefício para todos.

O Dropshipping é seguro?

É muito, pois o site te dá garantias, se o produto não vem certo ou com avarias, o proprietário do e-commerce é o responsável por entrar em contato com o fornecedor para realizar as devidas trocas.

A Shopify por exemplo, utiliza certificado que a Casa Branca utiliza, como PCI de nível um e Criptografia SSL, então todas as transações são de mais alta segurança.

Cuidados que devem ser tomados:

Quem deve ter um pouco de cuidado, são os proprietários das lojas virtuais, não compartilhe qualquer produto, veja a procedência, as indicações, leia os feedbacks e se possível entre em contato para saber sobre alguma novidade ou até mesmo dica.

Muitas empresas no mundo disponibilizam gratuitamente, via internet, treinamentos sobre os produtos que vendem, basta você encontrar o certo.

Há sim, na sua grande maioria empresas sérias, mas como na vida real, longe do virtual, há pessoas de baixa índole, que podem ter más intenções, então faça uma pré-avaliação antes de iniciar seu negócio.

Uma das principais vantagens da internet é o feedback, que fica salvo, lhe protegendo em todos os aspectos jurídicos.

Te salva também de deixar uma empresa ruim esconder seus erros, então sempre de olho sobre o que entregaram, se nenhum usuário reclamou, ou algo do gênero, foco!

E para você empreendedor reduz a gigantesca dor de cabeça de ter um estoque, não haverá os custos altíssimo de manutenção para manter algo guardado.

Sem falar na possibilidade de não vender, de perder um produto, nessa modalidade se o produto não vender no e-commerce você troca por outro, simples e rápido.

Talvez uma das poucas desvantagens se não for a única é o lucro, nessa modalidade você ganha um valor sobre o preço de venda.

Se você comprasse como um atacado ou varejista os lucros seriam maiores, mas avaliando o Dropshipping nacional pode-se concluir que uma loja física não teria vantagem em relação aos lucros.

Custos com lojas físicas

Pois no Brasil a alta carga tributária e as diversas solicitações de alvarás, de segurança e custo altíssimos com funcionários acabariam com esse lucro extra.

Mas mesmo que o lucro seja menor comparado a uma loja física, ele vem quase que de graça, o único esforço é os cliques que você dará atrás de novos clientes!

O que é Dropshipping nacional?

O Dropshipping nacional é exatamente igual ao mundial, porém é no Brasil (simples né?).

Mas não é só isso, como a força da internet, principalmente quando se fala em e-commerce está situada na parte norte do planeta, é devagar a expansão no Brasil, e como as opiniões alheias de influenciadores, acabou por deixando o mercado em estado de desconfiança

Muitos afirmaram que no Brasil o mercado não funciona, que as empresas só querem lhe enganar, mas essa não é verdade.

Hoje temos um nicho que cresce constantemente, e não dá impressões que irão desistir.

O grande erro dos lojistas virtuais é se jogar em qualquer um, sem avaliar se a loja tem condições de fazer a sua entrega, se ela realmente é uma Dropshipper, se ela tem preço diferenciado para essa revenda.

Se a empresa se enquadra nesses requisitos, observe as publicações que ela tem disponível para você, se possui boas imagens dos produtos e uma boa descrição, pois é ela que você irá compartilhar.

É muito importante conferir se os produtos são originais, se não falsificados ou as chamadas réplicas.

As réplicas também são falsificações, que por sinal é crime!

Se você já possui seu e-commerce é só compartilhar e divulgar, você pode utilizar das diversas redes sociais para atrair esse tráfego.

Crie também instagram, os usuários adoram olhar ao invés de ler, facilite para seu consumidor.

Um canal de comunicação como WhatsApp ou youtube é uma boa escolha, seus clientes podem compreender melhor o que estão comprando e também fazer perguntas, tirar dúvidas.

Dropshipping e lojas de grande nível: Faça sua parceria!

Hoje em nosso território contamos com diversas lojas, citarei algumas para você ter base por onde começar e compreender o que é dropshipping nacional.

Magazine Luiza e Americanas.com são dois exemplos que utilizam o Dropshipping e deixam muito explícito isso, quando você entra nas lojas virtuais de ambas, as duas disponibilizam uma infinidade de produtos.

Como funciona o dropshipping:

Quando você seleciona o produto que deseja, abre-se uma nova tela, no próprio site, mostrando de qual fornecedor você deseja receber o produto, às vezes um produto tem de 3 a 5 fornecedores perto de você.

Cada fornecedor disponibiliza o seu valor, mas o site publica o valor mais baixo, mas a diferença está na entrega, ela pode variar, de frete grátis, até altos valores se o fornecedor estiver mais longe.

Por exemplo, se você vai comprar uma cadeirinha veicular para seu filho, ela custa, digamos, R$ 300, o fornecedor A é o que ofertou o melhor preço logo ele já está marcado como escolhido, porém o frete dele é de R$ 80.

O fornecedor B, tem o mesmo produto por R$ 320, mas o frete é 70. E o fornecedor C tem o produto por R$ 450 e o frete é grátis.

Mesmo o frete do segundo sendo o mais barato e o terceiro grátis o primeiro continua sendo o melhor custo x benefício.

Notamos que elas trabalham com Dropshipper, mas se você é um grande investidor e deseja entrar nesse negócio, mas pelo lado do fornecedor, também é uma alternativa.

Empório Bags é outra empresa na modalidade Dropshipper, ela é fornecedora de bolsas, carteiras, cintos e mochilas, envia para todo o Brasil e pode ser um importante aliada no seu e-commerce.

Você pode criar uma grande loja de roupas e acessórios. A Empório Bags seria uma estratégia para participar de seu projeto. É necessário que você entre em contato e veja as condições para essa parceria.

Imagem folheados é uma loja do segmento de brincos, anéis, pulseiras, relógios, folheados a ouro, também participa do sistema e é mais uma opção.

Prós e Contras do Dropshipping nacional!

Sobre valores, é uma vantagem gigantesca, o investimento é muito baixo. Estima-se que em média se gaste de R$ 50 a R$ 80 em uma loja virtual enquanto em uma física o mínimo é cinquenta mil reais, somente em produtos!

Além disso você extingue o risco por perdas, pelo tempo, roubos ou outros, e na loja virtual não.

Em relação ao contra, você pode trabalhar com diversos fornecedores, certamente disponibiliza para seus clientes diversas opções, mas pode ter problemas com prazos de entrega dependendo do processo de cada empresa.

Pois cada uma tem seu tempo e suas políticas. Então é importante você ter todas as informações claras, com seus fornecedores e para seus clientes.

Outra vantagem é que você pode oferecer seus produtos quase que instantaneamente já que não precisa esperar que cheguem. Já a loja física tem que aprovar a compra pela matriz, esperar a fabricação, o caminhão, e isso sem contar quando falta no estoque!

Já um problema que você pode enfrentar é a falta de informações de seus produtos. Pois os fornecedores nem sempre se preocupam, uma boa pesquisa pode ajudar a solucionar isso.

Os riscos são muito baixos, produtos que não venderem pode ser rapidamente substituído já nas lojas físicas. As promoções e o limpa loja é a única solução para vender o que não saiu.

A loja física tem uma vantagem, no seu controle de estoque, com os vários tipos de seus sistemas.

Rapidamente confere quantos itens ainda tem disponíveis para vender.  E já no e-commerce da modalidade Dropshipping você só poderá saber se um produto se esgotou quando algum cliente finalizar uma compra e o sistema indicar que não há mais nada disponível no estoque.

O controle é do fornecedor e é bem difícil você ter acesso a essa informação.

Startup de Dropshipping vence prêmio!

Estar entre os melhores já lhe coloca uma gigantesca credibilidade no mercado. Mas ser a mais reconhecida, a número um, é certamente o caminho do sucesso.

A instituição ABCOMM (Associação Brasileira de comércio eletrônico) criou o prêmio anual ABComm de Inovação Digital. A vencedora desse ano foi a startup mineira Midhaz.

A Midhaz traz para seus usuários, mais facilidades e segurança, ela usa o Dropshipping.

O usuário cria sua loja virtual e tem disponível uma infinidade de clientes que a própria Midhaz fechou parceria. Então você já tem uma vantagem em relação a isso.

Você não precisa garimpar e fazer um levantamento quase que de detetive sobre a empresa, se ela é idônea ou não.

A Midhaz segue toda a ideia de criação de e-commerce, segue a filosofia do Dropshipping. Na qual o usuário, vende e o fornecedor entrega, opa! Mas na Midhaz não é bem assim!

A Midhaz é a responsável pela entrega, e ela mesmo realiza os pagamentos para fornecedor e vendedor. Criando credibilidade para o sistema e fortificando o Dropshipping nacional.

Já sabemos que o estilo de vendas “drop” está em um crescimento incrível. Porém por casos de falta de confiança entra revendedores e fornecedores. Muitos empreendedores desistem de seguir nessa modalidade.

Qual o valor para se cadastrar na Midhaz?

Para se cadastrar na Midhaz o usuário precisa investir R$ 49,90 até R$ 699,00. Dependendo de sua necessidade e interesse de investimento. Mas você já inicia um bom e-commerce com o pacote simples.

Já se você é fabricante, no Midhaz você não paga nada e tem seus produtos disponibilizados para milhares de usuário. Outra vantagem para o proprietário de loja virtual é que tem acesso a mais de mil produtos e tudo com preço de atacado. O que lhe rende mais lucro!

O crescente número no setor pode tem como resultado a crise no país. O empreendedorismo forçado acontece quando falta oportunidades básicas.

Segundo o levantamento do Sebrae, foram criados, nos últimos 3 anos mais de 11 milhões de empresas. E se você pode criar uma loja virtual, com baixo custo de investimento no seu desenvolvimento e zero de gastos com estoque. Porque não arriscar nesse moderno mercado?

De acordo com a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), ela possui mais de 4 mil associados. Os campeões desses números são minas gerais e são Paulo com 9% e 32%, respectivamente, dos 4 mil filiados.

Há também empresas especializadas em importar da China seus produtos e se tornarem fornecedores através da modalidade Dropshipping.

É uma boa escolha para quem quer vender itens diferentes e modernos, e também seguro. Pois além de grandes prazos para as entregas vindas do outro lado do mundo, em média 60 dias. Há um risco de comprar produtos que você não tem como ganhar garantia de opinião.

Você só precisa escolher a que mais lhe agrada.

Vale a pena investir seu tempo em Dropshipping nacional?

Não, nunca mal investimento e sim mal planejamento!

O valor a ser colocado nesse mercado é baixo em comparação a qualquer investimento que possa ser feito no Brasil.

Além de que qualquer tipo de ramo que você deseja iniciar, você terá que constituir um CPNJ.

CNPJ significa cadastro nacional de pessoa jurídica.

Sem falar nos impostos, as solicitações, regras e uma infinidade de coisas a se fazer. Como aluguel de sala, compra de insumos, compra de estoque, contratação de funcionários.

Todos esses valores são incomparáveis quando o assunto é e-commerce. Pois dependendo do local onde fará sua plataforma o custo pode ser até reduzido.

Shopify e Midhaz são exemplos para esse segmento. A Shopify Brasil está em alta. A plataforma Canadense possui suas versões para diversos países e não poderia deixar o Brasil de fora.

No Shopify Brasil o cadastro não leva mais de 5 minutos. Você ganha 14 dias gratuitos para você conhecer, desenvolver e começar a vender na sua e-commerce. Na barra lateral você encontra diversas opções para interagir com sua loja.

Você pode acompanhar seus pedidos, cadastrar novos produtos para sua venda. Mas esse item não é Dropshipping, esse é a venda normal de e-commerce. Onde você é o responsável pela entrega, seja pessoal ou através de transportadoras, até mesmo pelos correios.

Há uma opção interessante é o cadastro de clientes. Depois que um usuário faz uma compra ele a adiciona nessa área. Assim você pode ver o histórico de seu cliente e planejar uma nova venda de algo do interesse dele.

Redes sociais dos clientes:

Você pode fazer um trabalho de detetive e descobrir alguma rede social desse cliente. Ou pedir para ele através de um chat, oferecendo de bonificação algum e-book gratuito.

A opção do Analystic também está disponível para você poder acompanhar os dados de sua ecommerce. Tal como vai o desempenho, o que as pessoas estão acessando. Ferramenta importante para criar estratégias em cima de resultados já obtidos.

Você pode criar descontos e promoções, um importante aliado para agregar tráfego ao seu site.

O que é Oberlo?

Mais de 85% do usuário utilizam os aplicativos do site. Como o Oberlo por exemplo, você precisa ativá-lo para usufruir de suas qualidades.

O Oberlo é um aplicativo de Dropshipping. Que está disponibilizado em uma versão completa para 30 dias depois você tem que investir para continuar.

Já outra opção é a Midhaz, que é Brasileira, filha da terra de minas gerais. Criada exclusivamente para o Dropshipping brasileiroá . Há muita controvérsia entre empreendedores.

Pois muitos acreditam que a importação é perigosa e não lucrativa, assim como a dropshipping, mas a Midhaz revolucionou isso.

Ela bateu no peito e disse;

“Então, eu assumo as responsabilidades! ”

Ação que fez a empresa se tornar um sucesso, pois assumiu os pagamentos tanto para fornecedor como para revendedor.

Isso facilitou as transações. Já que o conceito ganhou a fama (apenas no Brasil por influenciadores sem fundamento), de que o serviço não era seguro. Pois dependia da índole de quem o entregaria.

Assim com a responsabilidade nas mãos, e empresas muito corretas cadastradas no seu portfólio de produtos. Pois criou uma credibilidade incrível e garantiu segurança a todos.

Criou uma lista de mais de mil produtos, todos com procedência confiável e com preço de atacado (para o lojista revender). Portanto aumentando assim os lucros, gerando mais interesse para quem investe.

Lembrado que a Midhaz é uma jovem startup que melhorou ainda mais o sucesso do estilo. E fundamentou como excelente negócio o conceito de Dropshipping Nacional.

Vale muito a penas investir nesse ramo lucrativo e com um projeto de futuro brilhante!

 

Impressão direta em camisetas – O que é? – O que preciso saber a respeito?

Saiba no post de hoje tudo sobre Impressão direta em camisetas:

Já passou pela sua cabeça em algum momento se tornar um empreendedor e trabalhar como fabricante de camisetas? Principalmente se você é uma pessoa apaixonada por arte e estilo?

,Então você precisa pensar seriamente em como seria o processo para que seu produto esteja no corpo das pessoas.

São muitos detalhes a organizar, sendo um desses o tipo de impressão que você irá investir em sua empresa. É por isso que eu te convido a conhecer o que é impressão direta em camisetas e como ela funciona.

Tipos de impressão em camisetas

Primeiro vamos falar um pouco sobre alguns tipos de impressão que existem, para que você possa descobrir mais sobre eles também durante a sua pesquisa.

 

Serigrafia ou Silk: Este é a técnica de impressão mais conhecida e antiga. Você terá que confeccionar a sua arte em telas, uma tela para cada cor. Por mais tradicional que seja a técnica, utiliza-la pode sair caro.

Sublimação: É uma técnica bastante usada hoje em dia, principalmente em relação a customizar camisetas de fibra sintéticas ou híbridas. Não é complicada e seu custo é barato. Ela funciona com impressão com tinta sublimática e uma prensa térmica.

Transfer: Essa técnica é muito utilizada para fazer camisetas de eventos, feriados ou dias especiais. Além de ser simples e barata, algumas pessoas fazem na própria casa. A qualidade não é das melhores, mas pode ser aplicada em camisetas com 100% de fibras naturais, como o algodão.

Estes são os mais conhecidos, existem outros tipos mais específicos de impressão, como: Power V3, Sublimação Localizada, Sublimação Total, Transfer Serigrafico.

Agora confira especificamente como funciona a impressão direta em camisetas e o que ela é.

O que é impressão direta em camisetas?

 

A impressão direta é exatamente o que o nome diz. O termo vem do inglês, direct to garment (DTG) e significa direto para o tecido. Tal técnica pode ser usada tanto em tecidos para as camisetas como também em acessórios.

Ou seja, a inovação que essa técnica traz em relação aos outros métodos citados acima é que com a impressão direta você não precisará mais de um terceiro item entre a impressão e a camiseta.

Por exemplo, ao utilizar a técnica do transfer para a tinta chegar a camiseta é necessário imprimir a arte em um papel e depois com um uma chapa térmica transferir a arte ao tecido.

Já o jeito como funciona a impressão direta em camisetas, é imprimir a arte diretamente no tecido e o seu produto estará pronto em no máximo 2 minutos.

Tal técnica ocorre dessa maneira, pois diferente de outras, ao imprimir diretamente na camiseta, você está pintando o fio e não apenas “colando” a arte sobre o tecido. O que deixa o produto final com muito mais qualidade e com um grande tempo de duração.

Você se lembra daquela blusa tão bonita que ganhou. Mas que alguns meses depois de uso o desenho começou a descascar?

Pode ter certeza que com a impressão direta você irá oferecer a seus clientes um produto de longa  duração. Onde poderá  ser lavado por meses e anos, até começar a perder a sua cor.

Agora que você já conheceu o que é impressão direta em camisetas, confira como utilizar ela.

Como funciona a impressão direta em camisetas?

Ao utilizar a impressão direta você estará utilizando um dos métodos mais fáceis de produção de camisetas. Você só precisará dos materiais certos e tomar cuidado com o local de trabalho. Além das preocupações com os responsáveis pelo design, para que seu produto venda muito.

Os materiais necessário são: Impressora DTG, tecido, tinta e água. Confira abaixo como funciona a impressão direta em camisetas.

O ambiente

É extremamente importante que o local escolhidos para fabricar as camisetas seja limpo e organizado.

As impressoras são um tipo de material muito frágil e precisam ser bem cuidadas é por isso que um ambiente limpo é importante.

Além disso é necessário ter cuidado com a quantidade de pó que entra em seu estúdio. O pó é um dos principais vilões que podem estragar seu material, tanto a impressora, como a tinta e o tecido.

O pó entra nos espaços de ventilação e de saída de tinta da impressora. Por isso lembre-se de ao finalizar o serviço passar um pano meio úmido para tirar o pó do dia e logo em seguida cubra as impressoras com uma capa.

Outro ponto importante é o estúdio ser um local climatizado. Um ambiente muito quente pode danificar as impressoras e a qualidade da tinta.

Um ambiente organizado é necessário para não ocorrer troca de informações e impressões erradas.

Tipos de tecido

Um grande ponto positivo ao utilizar a impressão direta é que você pode imprimir em cima de qualquer tecido. Desde poliéster (100% fibra sintética) até algodão e seda (100% fibras naturais).

Você que irá decidir qual será o melhor custo benefício para sua empresa e que tipo de produto você quer vender.

Tipos de Tinta

Existem diversos tipos de tinta para a confecção de camisetas. No caso da impressão direta você deverá usar a tinta pigmentada para obter os melhores resultado.

Como tratar o tecido para a impressão direta?

Outra questão muito importante de como funciona a impressão direta em camisetas é o fato de que ante de ir direto para o procedimento da impressão da arte é necessário preparar o tecido para a aplicação da tinta.

Esse procedimento é importante, pois irá garantir quimicamente que o fio do tecido seja pintado corretamente. Para que o resulto seja um produto bonito, de qualidade e duradouro.

Placa de Emulsão: Este processo consiste em mergulhar o tecido em um recipiente. O tecido irá receber um banho químico e durante sua retirada do local alguns cilindros irão tirar o excesso do produto.

Faca de Emulsão: Processo exatamente igual a placa de emulsão, porém ao invés de cilindros a retirada do produto será feita por meio de facas ou lâminas dosadoras.

Spray Offline: Neste procedimento você irá precisar de uma pessoa que irá esticar o tecido na placa que será levada para a impressão e com um spray de água irá molhar a superfície da camiseta que será pintada.

 

Spray Inline: Procedimento igual ao spary offline, porém você não precisará de uma pessoa. A própria impressora será responsável de passar o spray na camiseta.

Preste atenção, cada tipo de tecido precisará de receitas diferentes para o banho químico. Pesquise qual banho será necessário para o tecido que você escolher.

Vale a pena o investimento?

Após conhecer o que é impressão direta em camisetas e como ela funciona, você com certeza que saber se vale a pena investir nessa técnica.

Portanto, por mais que comprar a máquina impressora seja um investimento meio caro a curto prazo, a longo prazo com certeza valerá a pena.

Os produtos produzidos com essa técnica são de altíssima qualidade.

O como funciona a impressão direta em camisetas é extremamente econômico pois você precisará de pouca mão de obra, ou seja irá gastar pouco quando se trata de funcionários. O que é um grande diferencial das outras técnicas de impressão.

E mais um motivo pelo qual você pode optar pela impressão direta é que ela permite o print on demand, a impressão sob demanda. Que é um método de venda que reduz drasticamente as chances de prejuízo financeiro.

Ou seja, se você gostou de como funciona a impressão direta em camisetas e acha que a técnica se encaixa com sua ideia e empresa, não tenha medo. Pesquise um pouco mais sobre, tire todas as suas dúvidas e comece a vender seus produtos.

 

Tudo que você precisa saber antes de comprar uma máquina de sublimação

Conheça no post de hoje tudo sobre máquina de sublimação

É indispensável hoje agradar o cliente, seja com bônus, brinde, desconto, um bom atendimento, pagamento facilitado e principalmente bom preço. A concorrência está muito grande em todos os setores e somente sendo o diferencial para poder se sobressair no mercado.

São diversas marcas e empresas que lutam diariamente para serem as bem mais vistas, porém essa função não é nada fácil, pois exige tempo, dedicação e investimento. Mas quando fazemos algo por amor, não há fronteiras, nos dedicamos inteiramente e exclusivamente.

Com o crescimento desenfreado dos e-commerce nos últimos 10 anos, o segmento se transformou em o principal canal de venda para muitas empresas que já possuíam loja física.

Sem falar nos novos empreendimentos que surgiram especificamente para trabalhar com o mundo virtual, e com isso a máquina de sublimação ganhou mais espaço.

Mas, o que fazer em um mercado de tamanha concorrência, onde cada empresa faz dedicações incríveis para obter o sucesso?

Ou como entrar nesse mercado, por onde começar, o que fazer, indústria, atacado ou varejo?

Calma nós temos uma valiosa dica!

O tradicional sempre é venda certa no mercado!

Industria, atacado ou varejo? Faça os três! 

Sim! Isso mesmo! Você pode fazer algo que estará presente nos três pilares comerciais, ser indústria, atacado e varejista. Parece loucura não é mesmo?

Mas todo aquele que sonha é chamado de louco! Ok, vou deixar de segredo e vou lhe explicar.

História:

Tudo começou lá em Roma, longe certo? Os romanos utilizavam uma túnica dupla, uma peça única, que se pensando bem talvez facilitasse muito a nossa vida! Essa peça que ficava por baixo era chamada de Camisia, sempre branca, de linho e protegia essa túnica de transpiração, uma ideia de roupa de baixo.

Podemos considerar a Camisia a tataravó das modernas camisetas, por volta do século XIX (19).

As roupas das crianças eram uma cópia fiel das roupas adultas, como uma roupa de boneca, afinal a imagem e semelhança era base para a educação. Porém neste século surgiram as T-Shirts que começaram a revolucionar o conceito e o mercado de vestimentas.

Mas foi em 1908 que elas surgiram com força. O exército americano começou a utilizar as tais peças por facilitar muito no campo de batalha e serem mais fresquinhas. Eita calor!

Como sempre camisetas foram sinônimo de roupa por baixo não seria da noite para o dia que essa ideia deixaria de existir. Não tinha internet naquela época para viralizar!

Clark Gable

Então só por volta de 1940 que um galã de filme chamado Clark Gable resolveu sensualizar sem ser vulgar e tirou sua camisa, as moças foram a loucura. Mas havia algo que chocou a todos! Surpreendeu o mundo, não havia nada por baixo, “Oh my god!”

Virou notícia, bem mais devagar que nos dias de hoje, é claro, mas aos poucos o borbulho foi se espalhando pelo país e o mundo, sua atitude mostrou a tendência que já estava se criando a quase 30 anos.

Mostrou que o apetrecho poderia ser uso como peça principal e não mais como roupa de baixo!

Então revistas começaram a publicar fotos, novas propagandas surgiram, modelos, atores, o exército tinha implantado a nova moda. Até um presidente que se candidatava na época lançou camisetas de propaganda, e pronto estava implantada no mundo a novidade!

O que a História tem haver com meu negócio?

E por que esse momento histórico? Para lhe explicar o que disse frases acima!

Você pode com a tecnologia de hoje, ter facilidade dos ecommerce, ser fabricante, atacado e varejista!

Sublimação de camisetas! Um dos negócios mais lucrativos desde sempre, a tradição sempre está viva, a sublimação está em alta no mercado, e não apenas com as camisetas, canecas, squeeze, bonés e tudo que uma prensa pode fazer!

Como? Eu vou lhe explicar! Quando terminar esse texto você estará pronto para desenvolver seu novo e lucrativo negócio!

Escolha seu nicho! Quem é meu Cliente?

Não adianta atirar para todo lado! Aproveitando que falamos de exército posso te afirmar que quando você cria focos, você realiza de parte em parte.

Assim é no mercado, nada adianta você ter diversas mídias para a divulgação de seu trabalho se você não alimenta com um bom conteúdo.

Você pode criar dicas ou sugestões, mas o ideal seria investir em um profissional freelancer, um redator web. Você encontra um facilmente em sites ou poderá fazer o download da versão mobile.

Os aplicativos de freelancer disponibilizam a criação de projetos e a solicitação de orçamento. O ideal é você oferecer um valor pré fixado por artigo, assim você controla seus gastos.

Bem depois de pensado nisso, antes de falarmos sobre tudo que você precisa saber sobre uma máquina de sublimação, é necessário e importantíssimo você saber quem é seu cliente, para quem você irá oferecer seu portfólio de produtos.

Primeiramente você escolherá quais produtos que irá produzir( falaremos disso mais à frente ok?). Você deve montar sua lista, com fotos e valores, excelentes descrições, pois quanto mais você descrever mais o seu consumidor terá confiança em comprar.

Pense que sua descrição deve ser de tamanha perfeição que o cliente deve ter a sensação que não está apenas lendo sobre o produto, mas tendo a sensação de que está com ele, como ele é, isso lhe dará muita credibilidade.

É como descrever um sorvete de morango e o cliente ter a sensação de que já está sentindo o sabor.

Crie um e commerce

Você pode criar um e-commerce, hoje temos excelente plataformas para criação de lojas virtuais, como o Wix e o Shopify.

Você pode também criar um blog e um perfil no facebook, mas se lembre que o perfil é pessoal, não use o nome de sua empresa, é bem provável que você pode ter problemas futuros.

Crie também uma fanpage para sua empresa, é importantíssimo também criar um CNPJ da categoria MEI, assim você poderá ter ainda mais credibilidade para vender para qualquer cliente.

O custo mensal é baixo, por volta de R$50,00, assim você investe pouco mais investe em credibilidade.

máquina de sublimação por mais que seja de maneira física e não visual pode ser vantajosa.

Canais de comunicação para profissionais de sublimação

Para atender melhor o seu cliente, crie um canal de comunicação, o WhatsApp está em alta, mas sinta-se à vontade para utilizar o que mais lhe deixa confortável.

Os clientes de hoje gostam de tirar muitas dúvidas, ver muitas fotos do produto e saber de suas garantias, e esse canal facilita muito.

E além do mais ninguém mais pede cartão de visita, sempre vem a frase que já está forte; “Ele tem Whats?”

Estude o mercado! Qual a necessidade do nicho (grupo, clientes) que escolhi?

Imagine, o jovem entrando na igreja, com seus fones de ouvido vermelhos, com seus olhos pendurados na camiseta meia aberta, com uma sacola branca de mercado. Ele vem balançando a cabeça, parece escutar algum tipo de rock. Ele para a frente do altar, o padre ainda não chegou, mas os fiéis estão ali, então ele abre um sorriso, tira seu fone e pede a palavra;

“Meus amigos e amigas, estou aqui humildemente, pois sou vendedor, e preciso sustentar minha família…”

Até esse momento as senhoras e senhores estão um pouco comovidos, como sempre acontece quando os vendedores utilizam dessa técnica de “contar uma história triste! ”

E Ele segue;

“Queria lhes oferecer meu produto, ele é da melhor qualidade, e eu tenho certeza, que vocês irão ajudar esse humilde vendedor que só pede auxílio. Eu gostaria de lhe oferecer essa garrafa de whisky! ”

NÃO! Não preciso nem continuar essa história, é óbvio que há algo errado nessa venda, o rapaz está completamente equivocado do local e as pessoas que escolheu para vender.

Mas por mais absurda que pareça essa história ela é muito verdadeira, pois hoje o mundo está cheio de pessoas vendendo as coisas certas nos lugares errados.

A dica que podemos lhe dar é escolha o nicho, as pessoas, o local que você irá vender seus produtos, se são canecas, ou almofadas para mães grávidas, se são camisetas de bandas, se são copos para festas.

O portfólio é enorme, então sabendo isso vamos para a compra da máquina de sublimação!

Compre sua máquina de sublimação!

A primeira coisa que olhamos para a camiseta, quando vamos escolher uma, é a sua beleza, suas cores e sua imagem, se estiver em inglês, dificilmente alguém lê o que está escrito.

Então você deve se preocupar com a qualidade da estampa. Pois ela é o seu principal material de propaganda. Então o investimento com uma máquina de sublimação não seria de maneira alguma um desperdício.

Você deve se preocupar muito com o seu estudo, as técnicas para a produção devem ser mantra para você, pois conhecendo muito de sua máquina você que irá dominá-la.

Se encontra muitos cursos e vídeos na internet explicando e ensinando como fazer, não deixe a ideia de; “eu sei como se faz! ”.

Teste muito tudo o que você aprender, afinal a qualidade do seu serviço irá garantir que seu cliente volte a comprar. Fidelização é importantíssimo!

Você deve escolher que tipo de serviço irá querer prestar, se você quer produzir em grande escala, aí então usaria a sublimação com calandra.

No qual a imagem é colocada em um cilindro que ficará sublimando um rolo de tecido, você pode atender a serviços contratados ou até mesmo contratar facções de costura para montar suas camisetas já sublimadas.

Ou você pode pensar em um trabalho mais exclusivo e utilizar a sublimação por prensa, que faz uma unidade por vez. Ou utilizar do transfer que é de rápida produção mas pouca durabilidade.

Mas não se esqueça que a escolha da máquina de sublimação é fundamental para seu negócio.

Máquina de Sublimação:  Prensa, 3D, calandra ou transfer laser

Lembra quando você estava brincando com seus amigos e amigas e exibia aquela sonhada camiseta de personagem? Era o sucesso entre as crianças. O tão grandioso exemplo de como causar inveja alheia

Porém sempre um amigo seu gritava “ Está caindo o olho do seu boneco! ” E lhe presenteava com uma sonora e larga gargalhada!

Sim aconteceu e não foram poucas vezes, a máquina de sublimação Transfer Laser é uma sublimação digamos que “colada”, o processo é mais ou menos assim, você precisa de uma impressora a laser que usa a tinta em pó, o famoso tonner.

Você precisa de uma papel especial para a impressão, você imprime a imagem que deseja e com a pressão, temperatura e tempo.

Praticamente cola sobre o tecido a imagem, porém ela não é durável, pois ela está somente na superfície do tecido ela pode sair quando a força que a uniu acabar.

O que faz essa força de colagem acabar pode ser a água ou detergente quando é lavada, o sol.

O certo é que ela não disponibiliza um bom tempo de duração e poderá vir acontecer dos olhos, bocas, e até toda imagem do seu personagem irem por água abaixo!

O transfer está inserido na maioria das máquinas de sublimação, pois ela é uma técnica.

Já em canecas você pode passar uma resina especial para o fim, então essa resina irá segurar por muito mais tempo a estampa.

Mas para outros materiais como boné e almofadas, o processo e resultado é o mesmo.

Utilize-se o transfer para copos de festa, pois trata-se de um produto para pouco tempo de uso.

Você nunca se perguntou, como pode ter tantas camisetas de futebol? Ou tantas outras iguaizinhas na loja?

Sublimação Calandra

As camisetas esportivas eram diferentes das demais pareciam de outro mundo, mas o segredo está na fabricação, a sublimação por calandra, são grandes máquinas com enormes cilindros.

Onde você irá colocar um rolo inteiro de tecido, a imagem ficará no cilindro sublimando repetidas vezes.

Digamos que é a produção em escala, para referências, grandes empresas esportivas a utilizam, criando assim grandes quantidades.

Ela é bem mais cara que a prensa, seu valor pode chegar até 6x mais, portanto se você quer investir nesse ramo há grandes nichos para vendas, basta você escolher qual será seu público.

Prensa Sublimática

E a tradicional prensa sublimática, faz camisetas, bonés, xícaras, almofadas, copos para festas…

A produção é mais exclusiva, então é ideal para os itens personalizáveis, um investimento mais baixo, porém mais artesanal.

Hoje já existe sublimações em 3D, são modernas, lindas e estão atraindo o público jovem, principalmente fãs de HQ.ois possuem incríveis imagens que mexem com o imaginário dos fãs.

Basta você escolher qual lhe agrada, o público que irá atender e quanto quer investir.

Não esquecendo que além da máquina de sublimação há outros investimentos como veremos a seguir, tecido, tintas, insumos.

Qual material posso sublimar?

Para quem apenas usa as roupas não tem noção da infinidade de tecidos que possuímos no mercado, para descobrir e se maravilhar você pode visitar uma casa de aviamentos, e verá a quantidade de tipos e cores, mas como escolher o certo?

O certo é dar certo! Quase todos os tecidos podem ser sublimados, mas há os que aceitam melhor a tinta e outros menos, antes de começar é importante saber a diferença;

Tecidos de fibras naturais

Tecidos sintéticos e fibras naturais, são os dois tipos de segmento que possuímos no mercado. Claro que a mistura de 2 ou mais tecidos criam novos conceitos.

Os tecidos naturais são Linho, Seda, Lã e Algodão, são os tecidos que todo mundo acha “macio” e confortável. São naturais então digamos que não tem nada parecido com plástico no meio. Assim esse tecido respira, não fica com cheiro ruim se secado a sombra.

Porém ele pode desbotar com o tempo e amassa com facilidade, tudo é questão do material, é natural.

Tecidos sintéticos

Já os tecidos sintéticos como Poliéster, Viscose, Acrílico são super-resistentes, e não amassam, porém não respiram e podem pegar fogo rapidamente.

Então quanto mais sintético for mais cuidado se deve ter em questão da temperatura e tempo da prensa para não passar do ponto e vir a queimar o tecido, é tecido industrial.

O indicado para a sublimação, seria de tecidos 100% poliéster. Ou material sintético, porém são aceitáveis composições com até 60% do material.

A sublimação significa que algo sólido sai do seu estado diretamente para o estado gasoso. Ou seja, esse processo de sublimação. Consiste em fixar a tinta no interior do tecido. Assim ele não se desprenderá.

Por ser um tecido mais resistente os sintéticos são os ideais para o processo. Já que os naturais podem não resistir e causar diversos problemas.

Você também irá personalizar canecas, azulejos, copos de acrílico e plástico. Mas para isso é necessário investir em uma resina catalisadora especial para sublimação.

Ela é transparente e irá auxiliar na fixação da imagem no material. Já que ele não é igual ao tecido, transpassado e sim sólido ele precisa de algo que fixe essa imagem, e esse algo é a resina, você encontra facilmente em casas de produtos artesanais, papelaria e até mesmo na internet.

Pronto agora você já sabe qual nicho ou público irá atender, qual tipo de máquina precisa investir e qual tecido é o ideal, mas como faço com as imagens?

O que faço para ter imagens para sublimar?

Agora que você já aprendeu quase tudo antes de comprar uma máquina de sublimação, estamos chegando na reta final, a imagem!

É muito importante você ter conhecimento de como funciona os programas de edição como o CorelDraw e Photoshop.

Podendo comprar um curso na internet ou assistir alguns vídeos gratuito. Se não tem experiência alguma com tratamento de imagens é essencial que se especialize ou até mesmo contrate um profissional freelancer para lhe auxiliar.

As imagens devem ter uma excelente qualidade, pois você não quer imagens feias e distorcidas, tirar o fundo de imagens, criar designs são ações iniciais em suas peças, por isso o auxílio de um profissional cairia muito bem para iniciar o seu novo negócio.

Não caia novamente no erro de achar que sabe como faz. Você estará gastando tempo e dinheiro, as suas vendas dependem da sua qualidade. E a propaganda de boca em boca ou de compartilhamento em compartilhamento é a melhor opção para o sucesso.

Se você trabalhar com e-commerce, a sua imagem é a sua propaganda. Então depois dos trabalhos concluídos tire boas fotos para poder mostrar aos seus clientes os belíssimos trabalhos realizados.

Imprimindo imagens para auxílio de uma máquina de sublimação

Para imprimir suas imagens você irá precisar de uma impressora a laser. Ela contém o tonner, nome dado para o recipiente onde contém uma certa tinta plástica em pó. O processo da impressão é parecido com a da sublimação a única diferença é que não existe a prensa. A impressora esquenta o pó que cola na folha.

A folha deve ser especial para isso, ela é bem mais cara que a folha comum. Um pacote de 50 folhas custa R$ 33,00. Dependendo da sua localidade o tonner pode custar entre R$100 e R$150 e a impressora possui 4 tonner.

O ideal é que sejam novos, pois a recarga pode causar dor de cabeça nas próximas impressões. Você deve contabilizar esse custo de acordo com sua produção.

A qualidade começa desde o início da produção, não esqueça que ela é uma das mais importantes consequências de seu trabalho. Os clientes não reclamam por pagar por qualidade. Mas estarão extremamente decepcionados por pagar caro por produtos de má qualidade.

Agora você já aprendeu tudo que precisa saber antes de comprar uma máquina de sublimação!

Seu projeto está aqui neste texto, diante de seus olhos, basta colocá-lo em prática. Não esqueça de escolher o público que deseja atender. Pois se não poderá comprar uma máquina de sublimação errada.

Muitas vezes na sua cidade terá saída para certo produto, mas há produtos que são os tradicionais. Como xícaras comemorativas, para os dias dos pais, dia das mães, para formandos.

Há também uma grande procura para artigos infantis, de bebês, recém-nascidos. Como almofadinhas personalizadas, bolsas, porta mamadeiras e até mesmo body com sublimação de desenhos.

As festas personalizadas também estão em alta, copos para formaturas ou aniversários de 15 anos. Empresas com festas no final de ano, investem nesse tipo de marketing. Não esquecendo na talvez maior e mais rentável área da sublimação: camisetas.

As camisetas para sublimação são sempre bem-vindas, principalmente para times de futebol.

Se souber fazer um bom trabalho poderá se tornar precursor dessa atividade na sua cidade.

Então não fique parado, siga os passos desse planejamento, observe a concorrência se ela existe ou não e busque também através da internet a venda em e-commerce. Os canais estão aí para serem utilizados.

Material de qualidade gera muito mais lucro, não venda gato por lebre. Assim você também estará contribuindo para um comércio justo e honesto! Mãos à obra e boas vendas!

Shopify, WordPress ou Magento?

O velho bazar da esquina se transformou em souvenir da cidade. A tecnologia chegou em peso e cada vez mais as lojas estão se inserindo no mundo digital. Mas com tantas opções qual escolher?’

Hoje as mais top’s do mercado são as Shopify, WordPress e Magento, cada qual com as suas qualidades e seus defeitos.

Vamos no post de hoje ver qual das três pode ser mais vantajosa para seu negócio?

Tudo sobre Magento:

Se você está pensando em entrar no mercado de e-commerce é necessário ter em mente que para criar uma loja virtual você precisa de uma plataforma específica para isso.

Se o seu plano é criar uma loja eficiente e atrativa você não pode usar qualquer tipo de “criador de sites” para vender seus produtos. Hoje existem algumas plataformas que te permitem montar uma loja de modo que seu cliente se sinta dentro de um shopping.

Diante de tantas boas plataformas que existem para o e-commerce, com certeza você precisa conhecer a opção de criar sua loja no Magento. Uma plataforma bastante conhecida e renomada. Confira um pouco mais sobre ela aqui.

Magento hoje de propriedade da Adobe escrita totalmente em PHP (linguagem script de código aberto), necessita de conhecimento em programação.

Então se você deseja usar ela precisará de alguma empresa que compreenda seus processos. Sendo sempre necessário estudá-la.

As grandes marcas como utilizam a Magento Enterprise, principalmente por ela otimizar as rotinas gigantes do e-commerce.

Magento não possui criação de sites apenas lojas virtuais, ela também pode ser construída em módulos, assim o usuário pode investir de acordo com sua necessidade.

Se você está pensando e estiver preparado para criar uma página Magento você encontra diversas opções e valores, mas é importante ter profissionais capacitados, é vantajosa, porém complicada.

A Magento disponibiliza bons layouts e relatórios detalhados além de contar com diversos canais para pagamentos.

O que é a plataforma Magento?

Criado em 2007 pela antiga Varien, o Magento é uma plataforma moderna e poderosa de e-commerce com um ecossistema de open-source. Como seu foco é trabalhar somente com lojas virtuais.

A flexibilidade do Magento começa com que tipo de lojas virtuais ele pode trabalhar, que podem ser B2B, B2C e soluções híbridas.

O Magento possui três versões distintas: Magento Community Edition, Magento Enterprise Edition e Magento Enterprise Cloud Edition. A que nós iremos olhar nesse artigo é a Magento Community Edition

O alcance de suas ferramentas são bem grandes, desde dados e relatórios dos carrinhos do cliente até alcance por e-mails. Veremos que a plataforma permite que sua loja virtual seja completa e atrativa.

Como o Magento funciona?

Para usar o Magento você precisará baixar o arquivo gratuito. Após sua instalação, como todas as outras plataformas você será apresentado a um painel de controle.

Por meio desse painel de controle é que você irá gerenciar as suas vendas, o seus clientes. Escolher temas e o layout para sua loja virtual.

Uma necessidade dessa plataforma é que para alterar sua plataforma original é necessário conhecimento em PHP, por isso é recomendável que sua empresa possua um programador.

Juntamente com a pessoa escolhida para cuidar da programação você poderá incluir diversos plugins que permitirá você criar uma loja virtual única e com diversas utilidades.

Ele também trabalha com módulos que são necessários para algumas atividades como: recuperar carrinhos abandonados, calcular frete, pagamento com cartão de crédito e débito, boleto bancário e etc.

A maior funcionalidade dessa plataforma é sua comunidade. Qualquer dúvida você terá muitas pessoas para te ajudar a cuidar de sua loja.

Qual o investimento para criar uma loja virtual com o Magento?

Basicamente são três os maiores investimentos que você irá fazer caso decida criar sua loja virtual com o Magento: Um orçamento, empenho e contratar um programador especializado na plataforma..

Recentemente a ADOBE comprou o Magento, portanto para criar uma loja será necessário fazer um orçamento por telefone ou no site. Ainda existe a versão gratuita, fique de olho no que a comunidade tem a contribuir sobre essa versão.

Para qualquer coisa dar certo na nossa vida é necessário empenho. Dinheiro não cai do céu. E o seu lucro também não vai cair.

Por mais que a plataforma não seja difícil de mexer e você pode fazer diversas ações dentro dele para criar sua loja, você só terá resultado ao se empenhar com seu negócio e os objetivos para ele dar certo.

Será necessário aprender sobre a plataforma nos tutoriais disponibilizados pelo próprio Magento e dicas da comunidade. E também será necessário o controle no decorrer das vendas, organizar tudo corretamente para ter um bom feedback dos clientes.

Já o segundo gasto que você terá é contratar um programador. Como o Magento não é possui um suporte aos seu usuários, alguns problemas e bugs que ocorrerão será necessário conhecimento de programação para corrigi-los.

Se você não tiver um programador experiente, você irá perder muito tempo aprendendo a consertar a mecânica da sua loja e perderá o controle das vendas e entregas que estão ocorrendo. Ou então ficará muito tempo com o site fora do ar até corrigir tudo.

Por isso é de suma importância você ter empenho e um programador experiente em Magento. Será um gasto que valerá a pena.

Quais as principais vantagens de usar o Magento para uma loja virtual?

Ao ser conhecida como uma das melhores plataformas de e-commerce do mundo, o Magento tem algumas vantagens singulares.

Na plataforma você pode criar diversas lojas diferentes para segmentos de produtos diferentes (roupa, tênis, acessórios, etc). Mas tudo estará reunido para você um único painel. Claro, que você terá como organizar para não se perder com os segmentos diferentes.

O Magento também permite que você crie lojas otimizadas em SEO, permitindo que sua loja seja encontrada mais facilmente nos sites de buscas.

Um detalhe interessante é que o Magento é uma plataforma muito segura, pois como é um open-source, significa que muitas pessoas podem trabalhar voluntariamente para corrigir os erros e bugs que ocorrem nos códigos da plataforma e templates.

Abaixo estão mais algumas vantagens que o Magento oferece:

  • Controle de descontos
  • Controle avançado de relatórios
  • Possui CMS
  • Pode configurar taxas
  • Configurações para envio do produto
  • Integrado com diversas formas de pagamentos

Vale a pena usar o Magento para criar uma loja virtual?

A plataforma possui mais de 240.000 lojas virtuais implantadas pelo mundo. Isso nos mostra que escolhê-la como a plataforma na qual você irá criar sua loja virtual não é uma má ideia. Ela é boa e por isso está entre as mais usadas ao redor do mundo.

Não é atoa que a grande ADOBE comprou a marca. Se você buscar aprender mais do Magento com a comunidade e pagar um bom programador. Com certeza vale a pena criar sua loja com essa plataforma.

Será que escolher WordPress é uma boa opção?

O mercado de vendas de todos os segmentos, cada dia se torna mais e mais competitivo. Não existe mais tempo para deixar um cliente entrar na loja e ir embora. Pois as inúmeras facilidades ofertadas fazem com que o mesmo opte pelo que lhe traz mais conforto.

Por esse motivo que a internet veio como um furacão, para trazer a possibilidade de efetuar compras e vendas online. Ou seja sem sair do conforto e segurança da sua casa. Quem não se atualiza no sistema “online” acaba por perder espaço no mercado.

Trabalhar com internet não é tão simples assim. Para que haja êxito nesse novo mercado, é necessário a criação de sites em plataformas de qualidades. Para que o cliente e o vendedor se sintam seguros a efetuar as transações comerciais. Esse artigo fala um pouco do wordpress que é um dos sistemas mais utilizados no mundo todo para esse tipo de trabalho.

O famoso WordPress faz parte do novo conceito comercial para lojas desde seu lançamento em 2003, o Google se tornou a página amarelas de antigamente. Porém com uma velocidade de busca incomparável.

WordPress surgiu como precursor de novas possibilidades de criação. Ele é um sistema baseado na gestão de conteúdo conhecido como CMS.

Esse tipo de sistema dá a possibilidade de fazer todas as eventuais funções através de uma interface central e única. Ou seja, você cria um banco de dados cheio de informações.

Se você é estudante, e quer começar sem investir ele é uma opção, pois é gratuito.

Tem também design responsivo, ou seja, adapta-se ao usuário que acessa, seja de desktop ou mobile.

Como desvantagem sua segurança deixa a desejar. Por ser popular recebe muitos ataques o que o deixa vulnerável.

O que é o wordpress?

Talvez você já tenha escutado falar algo sobre o WordPress, no entanto se você não possui uma informação clara sobre o assunto, este artigo servirá para sanar todas as suas dúvidas

O wordpress é um aplicativo para gerenciamento de conteúdo pela internet. Foi criado por Ryan Boren e Matthew Mullenweg e lançado no ano de 2003. Sendo gratuitamente distribuído pela GNU (General public license).

No início era bem difundido no mundo dos blogs. Mas a sua facilidade de utilização, seu tipo de licença e seus plugins com capacidades de extensão tornam esse aplicativo uma ótima opção para usos não só de blogs como de jornais, revistas, vendas eletrônicas, , entre outros.

Como o wordpress funciona?

Hoje a plataforma não é somente uma rede para blogs, e sim uma rede de direcionamento de conteúdo espetacular e difundida pelo mundo.

Muitos sites hoje estão sobre a plataforma wordpress. Você pode utilizar a própria hospedagem do wordpress ou como um self-hosted, hospedando ele no seu próprio servidor.

Ao utilizar a própria hospedagem será possível criar um blog para difundir ideias, ou demonstrar produtos.

No entanto para ter acesso a plugins (são extensões que tem como objetivo proporcionar ao site recursos extras) e templates personalizados (você possuirá total liberdade e controle da aparência do seu site) o self-hosted seria o mais indicado.

Para os casos citados, você irá precisar baixar o sistema wordpress.com ou wordpress.org, respectivamente.

Qual o investimento para criar uma loja virtual com o wordpress?

Gaste com uma loja virtual, pois é totalmente vantajosa,  e o WordPress possibilita você economizar com gastos que teria em uma loja física.

Para você que pensa em ter uma loja virtual através dessa plataforma essa é a melhor notícia que poderia te dar: o investimento é totalmente gratuito.

Claro que você poderá gastar com outros serviços para melhor atender o seu público. Mas a questão é que a plataforma é gratuita.

Quais as principais vantagens de usar o WordPress para uma loja virtual?

Primeiramente a confiabilidade da plataforma wordpress é algo que já de primeira nos deixa mais tranquilos para utilizá-la.

Segundo, qualquer pessoa, ainda que não tenha conhecimentos técnicos específicos conseguirá manter um site e administrar o conteúdo exposto na plataforma.

Muitos profissionais como designers e programadores já são especialistas nesse tipo de plataforma.

Sem contar que alguns plugins ajudam no SEO (mecanismo de buscas do google) o que ajuda imensamente nas vendas dos seus produtos.

Por exemplo, quando um cliente for pesquisar um produto, o seu aparecerá com mais facilidade na busca. Um plugin bastante usado é o WP E-commerce ele transforma numa loja virtual completa inclusive com o sistema de carrinho de compras.

O que estimula o seu cliente a comprar mais e mais. O wordpress ainda é compatível com dispositivos móveis, ou seja, você poderá administrar seu site diretamente de seu celular ou tablet.

Vale a pena usar o WordPress para criar uma loja virtual?

A loja virtual precisa ser um ambiente agradável e aconchegante para os seus clientes. Pois assim como numa loja física ela precisa ser atrativa para que haja interesse em efetuar uma compra.

Você possui uma infinidade de recursos para montar sua loja online, porém a wordpress vem servindo muito bem tanto para quem vende, quanto para quem compra.

Sendo uma das plataformas mais requisitadas pelos lojistas da atualidade. Além de ser fácil de instalar e gerenciar, o wordpress é gratuito e tem uma infinidade de templates e plugins para todos os gostos.

Um plugin bastante requisitado entre os lojistas virtuais é o e-shop, com ele há uma disposição de diversos tipos de pagamentos, dentre eles o boleto e o Paypal.

Podendo também proporcionar ao cliente descontos e frete grátis (caso seja da vontade do vendedor). Depois dessas vantagens eu afirmo com toda a certeza: vale muito a pena usar o WordPress para criar uma loja virtual.

Para quem quer se manter no páreo do mercado digital. Essa plataforma que foi apresentada é uma das principais para que seu produto seja visto de uma maneira clara e profissional. Além de todas as facilidades que foram aqui apresentadas.

O suporte técnico da plataforma é bastante eficiente e está sempre disposto para resolver qualquer eventualidade. Visando sempre o conforto dos clientes.

Isso é confirmado pelo prêmio que eles conquistaram em 2009, Prêmio de melhor CMS código aberto, pelo Open Source CMS Award, destacamos esse, dentre outros que já recebeu.

Depois dessa gama de informações é possível confiar no WordPress para começar/continuar uma loja virtual. A hora é agora!

Será que devo escolher o Shopify para meu negócio?

E por fim e mais importante, Shopify! Uma das plataformas mais completas e seguras da internet!

Não é à toa que é a mais utilizada no mundo. Além de uma interface que possibilita a fácil criação ela está classificada com o nível máximo de segurança e conta ainda com exclusivas vantagens como a gratuita hospedagem.

Shopify conta com excelente suporte, além de estar disponível para mobile e possuir diversas formas de pagamentos.

Não a prós, pois ela foi pensada exatamente para suprir todas as dificuldades que existiam nos e-commerce.

Além do mais você pode crescer a sua loja aos poucos, acrescentando funcionalidades de acordo com sua evolução nas vendas. O custo inicial é baixo e o retorno é garantido.

Shopify

Ao se falar de e-commerce, uma das principais dúvidas que a nova empresa (ou não tão nova) terá é: em que plataforma criar sua loja virtual? Ao pesquisar na internet você verá que existem diversas opções. Sendo uma delas a Shopify.

O que é a Shopify?

Criada no Canadá, muito usada pelos americanos e chegou ao Brasil há cerca de 3 anos atrás. A própria Shopify traz uma pequena definição do que ela é:

“Shopify é a solução completa para os e-commerce, pois permite a criação de uma loja virtual para vender seus bens. Permitindo também, organizar seus produtos, customizar sua vitrine, aceitar diferentes formas de pagamento (incluindo cartão de crédito), rastrear e responder a pedidos.”

Ou seja, a plataforma existe somente para criação e administração de lojas virtuais. Não é um criador de sites como o WordPress, Wix e Drupal.

Como a Shopify funciona?

Ao fazer o cadastro na plataforma, você irá ganhar 14 dias grátis para explorar o que a Shopify pode te proporcionar. Após esse tempo você terá de escolher um plano.

O primeiro passo após criar sua conta e dar um nome para sua loja virtual na Shopify será colocar suas informações pessoais. E para um melhor proveito da plataforma, a Shopify irá perguntar se você já trabalha com vendas e que tipo de produtos irá vender (digital, físico, etc).

Após os primeiros passos você será levado para o painel de controle. E a partir dele começar a construir sua loja. Que você poderá customizar para se adequar a diversos formatos (desktop, tablet e mobile).

O painel de controle será o local no qual você dará vida a sua loja. De modo simples você poderá adicionar os produtos, supervisionar os pedidos dos clientes. É lá que você poderá também criar descontos e receber os relatórios dos resultados que sua loja está obtendo.

Para enviar os produtos, também é simples. Você irá configurar os valores do frete de acordo com o peso dos produtos e também configurar o frete grátis. Facilitando a sua vida e a do cliente.

Tudo que você precisa para organizar a loja virtual do seu negócio estará ali. Inclusive as ferramentas para montar o layout de suas páginas.

A Shopify possui um canal no youtube com diversos vídeos de tutoriais para tirar as dúvidas de seus clientes.

Qual o investimento da Shopify?

Diferente de algumas plataformas para criar sites, a Shopify não é gratuita. Após os 14 dias de teste você terá que escolher um plano, podendo ser o mais barato de U$9,00 (Dólares).

Porém o plano mais barato que irá incluir um site para a loja virtual é de U$29,00 (Dólares) mensais. Um valor justo para quem está começando.

O plano mais caro é de U$299,00 (Dólares) mensais, no qual você poderá contar com todas as ferramentas que a Shopify tem para oferecer.

Um gasto que você deve ter em mente é que a cada transação (compra) que seu cliente fizer, a Shopify receberá uma pequena porcentagem (2%, 1% ou 0,5%) que irá depender do plano que você possui. Afinal, a plataforma precisa lucrar também.

A Shopify conta com uma exclusiva loja de aplicativos para incrementar sua loja online, o preço vai variar de aplicativo para aplicativo. Lembre-se que vale a pena gastar em compras que vão te trazer lucros no futuro.

Então, o seu investimento terá de ser pensado. Para pequenos negócios vale a pena iniciar investindo pouco e conforme seu lucro for aumentando. Você aumentar seus gastos na plataforma.

Já para as grandes empresas, com uma média de lucro pré-estabelecida. Talvez irá valer mais a pena já começar com os planos mais avançados.

Lembre-se se você tiver um bom produto para oferecer e um bom marketing o lucro virá e aos poucos sua loja na Shopify ficará cada vez melhor para seus clientes e sua empresa.

Quais as principais vantagens da Shopify?

Após ler um pouco sobre como funciona e como pode ser seu investimento e lucro na Shopify, queremos destacar alguns pontos que tornam a Shopify uma excelente escolha para abrir sua loja virtual:

  • Não precisa de um programador;
  • Não precisa de conhecimento em design;
  • Escolha de inúmeros temas;
  • Lojas para o Shopify;
  • Organizar sua loja com tags;
  • Link da loja para as redes sociais;
  • Espaço para blog posts;
  • Integrado com mais de 70 parceiros para pagamento.

Ser simples em montar sua loja virtual é uma marca notável da Shopify. Seus diversos temas e organização por tags deixam isso bem claro.

E como dito nos pontos acima, caso você queira escrever blog post em sua loja você consegue. Muitas vezes ter um conteúdo de descontração ou informativo para a vida do seu cliente irá fazê-lo voltar mais a sua loja e torná-lo em um cliente fiel.

Uma certeza que você pode ter é que a Shopify é plataforma para e-commerce mais fácil de se utilizar. Além de possuir diversas vantagens.

Vale a pena usar a Shopify?

Depois de entender o que é, como funciona, como investir e as vantagens da Shopify é possível entender o porque ela está entre as plataformas de e-commerce mais usadas em território americano.

A Shopify é uma plataforma específica para o e-commerce, investir nela significa que você tem como objetivo ter sucesso com a sua loja. Pois as ferramentas oferecidas pela Shopify são excelente e necessárias para uma loja virtual de qualidade.

Então se você estiver disposto a investir o dinheiro necessário para criar um loja virtual prática, organizada e eficiente, com certeza irá valer muito a pena usar a Shopify.

 

11 ideias de como ganhar dinheiro sem sair de casa que toda mãe deveria conhecer:

Já pensou em ganhar dinheiro sem sair de casa? Parece um sonho, certo?

Graças a tecnologia ganhar dinheiro sem sair de casa se tornou a realidade de inúmeras pessoas no mundo todo.

Ser mãe, não é uma tarefa fácil, requer muito tempo e dedicação para que os filhos possam receber uma boa educação. Separamos aqui, 10 ideias para você: mãe, que quer ganhar dinheiro sem sair de casa:

CRIAR UM BLOG

Como é possível ganhar dinheiro criando um blog?

Você já deve ter ouvido falar: o blog é uma excelente ferramenta para quem quer ganhar dinheiro trabalhando com a internet e aqui te explicamos o porquê.

O blog é uma das principais ferramentas de marketing digital que existe na internet, porque eles sempre têm informações de extrema relevância para os pesquisadores. “Quem responde todas aquelas perguntas que você joga na caixa de busca do Google?

A maioria dos blogs está sempre esclarecendo o leitor sobre um respectivo assunto e os direcionando para outro conteúdo: seja dica simples, sites de compras, vídeos da internet… Ele tem o poder de direcionar o seu público alvo para onde quiser. Ou seja…

Grandes empresas, estão sempre trabalhando em seus blogs e investindo na ideia de blogs de outras pessoas, desde que elas direcionam para o seu conteúdo.

E eles também tendem a ser cada vez mais necessários, pois você nunca deixa de pesquisar e coisas novas nunca deixam de surgir.

Você já reparou que ao entrar em um blog que esclarece sobre qualquer tipo de conteúdo, ele tem “propagandas” sobre diversos produtos?

Cada propaganda que é colocada ali… O dono do blog recebe por ela.

Quanto maior o número de conteúdos postados, mais o número de “perguntas” que você responde no Google e maior o número de leitores que você terá. Para que seu conteúdo seja bem posicionado, nas primeiras páginas do Google é importante que você mantenha o seu blog otimizado.

Quanto maior o número de leitores, mais fácil será conseguir remuneração, seja pelo próprio Google ou empresas que “compram” espaços em blogs para divulgar o seu conteúdo.

Uma ideia interessante, seria desenvolver conteúdos relacionados a maternidade para trocar experiência com outras mulheres que querem aprender tudo sobre universo.

Então… O que acha? Uma ótima forma de ganhar dinheiro sem precisar sair de casa ( e do computador), não?

O perfil ideal da blogueira:

É importante levar em consideração alguns fatores antes de tomar a decisão, sobre o que irá escolher para ganhar dinheiro sem sair de casa.

A blogueira precisa ser uma mulher dedicada e organizada. É possível ganhar muito dinheiro com blog, mas para isso é preciso ter foco e disciplina, principalmente em relação a rotina de postagem que terá no blog.

É essencial que seu conteúdo seja de qualidade, então escreva sobre algo que tenha domínio ou busque por um profissional que tenha conhecimento na área para redigir os seus artigos.

Coloque amor no seu blog, então crie um blog sobre algo que goste muito.

A blogueira precisa: ser dedicada, disciplinada, responsável, ter amor pelo conteúdo que oferece a seus leitores. Caso seja a responsável pelo conteúdo precisa ter domínio da língua portuguesa, gostar de aprender coisas novas e estar dispostas a pesquisar sobre inúmeros assuntos diferentes,

CRIAR UM CANAL NO YOUTUBE

As pessoas estão cada vez mais dependentes do Youtube, seja para aprender coisas novas ou se divertir com vídeos de entretenimento. O Youtube tem múltiplas funções para todos aqueles ligados a internet.

Sempre que vamos assistir algum video no Youtube, nos deparamos com aquelas propagandas e seus “5 segundos” obrigatórios, antes de pularmos e ir direto ao que é de nosso interesse.

Essas propagandas são de grandes empresas que patrocinam o Youtube para fazerem essas divulgação. E o Youtube, paga aos proprietários do canal de acordo ao número de inscrito e visualizações de cada video.

Quando um canal é bem desenvolvido, outras empresas fazem parceria com o proprietário do canal, enviando produtos para resenhas ou acordando uma quantia de dinheiro.

Criar um canal no Youtube é uma excelente maneira de ganhar dinheiro sem sair de casa.

O perfil ideal da mulher Youtuber

Diferente do que muitas pessoas pensam, é possível ganhar dinheiro com o Youtube e fazer disso uma profissão séria, para isso é preciso muita disciplina e dedicação com o seu canal.

A criatividade e a inovação, fará toda a diferença na hora de produzir os seus vídeos.

Se você quer se tornar uma Youtuber escolha algum assunto de que tenha domínio  e que goste de falar. Seja comunicativa e deixe a timidez de lado, para conquistar seus primeiros inscritos.

TRABALHAR COMO REDATOR DE CONTEÚDO

Quando falamos da importância de se criar um blog, no início desse texto, é importante que o leitor faça a associação a um elemento: o artigo.

Todo blog precisa de conteúdo escrito para que possa se manter no ar e atrair mais visitantes. Porém, nem sempre os donos do blog, tem tempo para redigir esse conteúdo, principalmente se o blog for grande.

Trabalhar como freelancer redigindo e corrigindo artigos é uma excelente forma de conseguir ganhar dinheiro sem precisar sair de casa.

Para isso é indicado que se faça um curso de redação de conteúdo e busque por informações sobre gatilhos de escrita, exigidos pelo Google.

Como posso conseguir meus cliente?

Essa é a maior preocupação de todos aqueles que desejam trabalhar como redator e ganhar dinheiro sem precisar sair de casa: conseguir cliente.

A primeira exigência é que você tenha um bom portfólio para apresentar:  busque por cursos relacionados à linguagem e a redação de artigos.

Esse é um segmento muito amplo, você pode escrever sobre uma determinada característica, por exemplo: redigir apenas conteúdo publicitário ou sobre um determinado assunto, por exemplo: decoração. Tudo irá depender do quanto você estiver disposta a se dedicar.

O mais indicado para que você possa conseguir seus primeiros clientes é que se cadastre em alguma plataforma de cliente – freelancer como por exemplo: Workana, Frelancer.com e 99freelas. Cadastre seu perfil e comece a enviar propostas para seus possíveis clientes.

Quanto devo cobrar por conteúdo?

Um redator costuma ganhar a cada 100 palavras redigidas. Esse valor varia muito de profissional para profissional. Veja a média de quanto você pode cobrar a cada sem palavras escritas:

  • Redatora iniciante 0 a 6 meses – R$1,00 a R$1,50 / 100 palavras.
  • Redatora mediana 6 meses a 1 ano – R$1,50 a R$1,80 / 100 palavras
  • Redatora avançada 1 a 2 anos – R$2,00 a R$3,00 / 100 palavras
  • Redatora avançada  2 a 4 anos R$3,00 a R$5,00 /100  palavras

É importante levar em consideração que todo redator ganha de acordo ao que ele consegue produzir. Por isso é indicado que se faça um curso de digitação.

TRABALHAR COMO DESIGN

O Design é a profissão que une a criatividade com a utilidade de qualquer produto. Apesar de existir várias subdivisões no segmento, design é sempre responsável pela parte criativa de um produto.

Apesar de existirem vários cursos superiores voltados para pessoas que desejam se tornarem design, alguns cursos são o suficiente para que você consiga os seus próprios clientes e trabalhe sem precisar sair de casa.

Para isso você precisará estudar bastante. Realizar alguns cursos e desenvolver o seu lado criativo, para oferecer aos seus clientes, os melhores serviços possíveis.

Assim como redator de artigos, a melhor forma de você conseguir

TRABALHAR COMO TRADUTOR DE ARTIGOS

Você fala outro idioma? Consegue dominar bem outras línguas?

Você pode trabalhar como freelancer: traduzindo artigos para grandes e pequenas empresas que fazem a contratação de profissionais capacitados, para traduzirem conteúdo.

É importante que você tenha em mente, que um bom tradutor não precisa apenas saber falar outro idioma, mas ter o domínio da língua mãe, principalmente quando o assunto é relacionado a linguística.

Muitas das traduções são feitas através de áudio ou transcrição de conteúdos narrados, ter um bom português é imprescindível.

Quanto ganha um tradutor freelancer?

Qual o idioma você sabe falar?

Essa pode parecer uma pergunta retórica feita a um tradutor de artigos, porém faz toda a diferença. A relação de ganhos do profissional depende de dois fatores: a dificuldade da língua a qual ele domina e o número de concorrentes que ele tem no mercado.

VENDER CURSOS NA INTERNET

A área de venda de cursos pela internet é uma das mais abrangentes do mercado. Onde você pode ensinar diversos temas, desde “Como fazer bolos” até “Como lidar com a administração de uma empresa”.

Pode escolher o tema que mais tem familiaridade. Os cursos normalmente são vendidos em video ou em artigo explicativo.

Mas quais são os primeiros passos?

Crie um roteiro:

O primeiro passo para criar um roteiro de vídeo ou artigo explicativo é o planejamento. Pode começar analisando alguns sites e blogs, vendo  conteúdos semelhantes para se expirar.

Pegue o seu tema e estude-o desde o principio, marque os pontos que acha mais interessante e coloque em um papel como pautas principais do curso. O segundo passo seria dividir em etapas.

Talvez um vídeo aula de 20:00 minutos possa conter exatamente o que o cliente precisa. Portanto um vídeo de 3 horas pode ser mais complicado para filtrar em específico sua dúvida.

Então de preferência escolha uma plataforma boa, que seja fácil colocar uma página inicial com links para acessar.

Suponhamos que pretenda disponibilizar um curso de desenho, enta o divida-o em partes.

  • 1°: Como aprender a desenhar? (link para o vídeo ou artigo).
  • 2°: Quais os tipos de desenho que existem? (link).
  • 3°: Como saber se um estilo artístico combina comigo? (link)

Essas etapas podem facilitar tanto para a formação do conteúdo quanto para quem está procurando aprender.  

Essa programação é importante e mostrará para o cliente que está optando pela praticidade, com certeza irá agradá-lo.

Público Alvo:

Tenha em mente qual a função do seu curso e em que ele poderá ajudar, mas tenha principalmente em mente qual é o seu público alvo.

Se está ensinando “Os Princípios da Psicologia Infantil” certamente o seu público alvo é mais adulto, então invista em uma linguagem mais correta.

Demonstre que sabe:

Um curso só será realmente visado quando as pessoas souberem que o profissional conhece inteiramente do assunto e que podem confiar. Então é importante dar uma aula experimental gratuíta, seja um vídeo ou até mesmo uma prévia do e-book.

Quais as melhores plataformas para hospedar os cursos online?

Na internet tem muitas plataformas que você pode hospedar seus cursos online e assim fazer com que possa receber o dinheiro de maneira rápida. Veja os que mais indicamos:

Hotmart: Uma das mais famosas e mais indicadas plataformas de cursos. Principais vantagens: suporte especializado, coloca logo,  permite que haja venda de um conteúdo extra e permite que coloque módulos trancados, entre outros….

Moodle: Trata-se de uma das mais antigas plataformas do mercado, portanto também traz uma plataforma mais simples de trabalhar. Principais vantagens: Criação de plugins e também permite elaboração de provas e testes, entre outras….

Quanto é possível ganhar dinheiro sem sair de casa ao vender cursos pela internet?

A remuneração dos cursos pela internet normalmente são uma das melhores formas de ganhar dinheiro sem sair de casa. Portanto o valor é incerto já que pode variar de acordo com o preço de seu curto.

Um curso de R$150,00 se vendido para dez pessoas por mês já provê uma boa renda. Quanto mais vendido maior o seu lucro.

Invista em redes sociais como Facebook e Instagram para a divulgação.

RESPONDER PESQUISAS NA INTERNET

Você sabia que é possível ganhar dinheiro na internet respondendo perguntas?

Primeiro vamos te explicar sobre a razão pela qual uma empresa, investe em “respostas pagas para seus usuários”.

Marketing e publicidade é um caminho extremamente complicado, porém essencial para toda empresa que desejar crescer e ganhar campo no mercado.

Uma campanha custa muito caro e corre o risco dela não satisfazer o público em questão. As pesquisas de opinião, servem para mensurar esse público, para que seus produtos e suas campanhas sejam elaboradas de maneira que atinja esse objetivo. Ou seja, as empresas gastam para ter a certeza de que estão indo na direção certa.

Essas empresas podem contratar diretamente pessoas para que fiquem responsável por conseguir as respostas ou se cadastrarem em alguma plataforma que as coloca em contato com os profissionais responsáveis por responder suas perguntas.

O pagamento é feito de diversas formas: dinheiro, brindes, cupons de descontos, entre outras formas.

Quando o pagamento é feito por dinheiro, geralmente é pago o valor de R$3,00 a R$20,00 por cada questionário, que pode ser respondido de 3 a 25 minutos.

IDEIAS PARA GANHAR DINHEIRO SEM SAIR DE CASA – FAÇA CONVITES DE ANIVERSÁRIO

Você se considera uma pessoa criativa? O que acha de trabalhar desenvolvendo design de convites de aniversários?

Pode parecer algo complicado, mas é uma área extremamente lucrativa, afinal… Festas nunca deixam de acontecer e toda festa precisa de convite.

Atualmente, com o avanço da tecnologia os convites convencionais só são necessários nas festas tradicionais. As pessoas estão cada vez mais exigindo convites digitais.

É importante levar em consideração que para trabalhar desenvolvendo convites de aniversário, você terá que ter conhecimento em algumas áreas do design gráfico.

VENDER FOTOGRAFIAS ONLINE

Você sabia que é possível ganhar dinheiro com a internet através da venda de fotografias online. Não estamos falando de você criar um site para vender essas fotografias. Isso funciona, mas não é a única maneira.

Para quem não conhece, existem diversas plataformas na internet que tem como objetivo facilitar o trabalho de fotógrafos. Essas na maioria das vezes funcionam como um tipo de banco de imagens,. Nesse caso o cliente visita o site e pesquisa pelo tipo de imagem que precisa.

Se a sua imagem estiver de acordo, ele faz a compra e apenas uma pequena taxa fica para a empresa responsável pela transação.

Vale lembrar que o cadastros nessas plataformas pode ser feito de forma fácil e prática.

Então se você tem talento com fotografias ou até mesmo gosta da area, nao terá problemas com esse mercado.

Sites como Paparazzi, Fotolia e Shutterstock podem ser ótimas plataformas para te ajudar a ganhar dinheiro sem sair de casa.

REVENDER PRODUTOS

A revenda de produtos é uma das melhores opções para quem quer trabalhar em casa, afinal você pode fazer tudo através da internet.

Não é nenhuma novidade que na internet você pode encontrar diversas promoções muito vantajosas, e é ai que você pode lucrar.

Comprar Produtos em promoção e revende-los em plataformas como o mercado livre ou coisa do tipo, ou então até mesmo na sua própria loja virtual é algo que muitos fazem.

Mas vale lembrar que é preciso ser organizado. Você não pode começar pegando todo o produto que encontra na internet e revendendo. Antes de tudo é preciso escolher um nicho com que quer trabalhar.

Vale lembrar que os lucros podem variar de acordo com o nicho que pretende trabalhar, alguns nichos realmente são mais lucrativos, outros nem tanto.

Outro fator que deve ser levado em conta é o valor que tem para investimento, afinal dependendo do nicho que escolher, voce pode precisar de uma maior investimento.

LOJA VIRTUAL DE VENDA DE ROUPAS INFANTIS

Montar uma loja de venda de roupas infantis é uma ideia muito boa, afinal toda mãe gosta de deixar seu filho o mais bonito possível.

Caso tenha experiência com costura e coisa do tipo, você mesma pode fabricar as roupas, porem se nao tiver muito tempo para fazer isso, usar a dica anterior pode ser uma boa opção.

A venda de roupas infantis é sem dúvida uma das melhores dicas desse site, afinal desde que tenha uma boa divulgação você sempre terá bons cliente. Algo que não acontece em todos os nichos.

Com relação aos lucros, esses podem variar de acordo com o seu investimento, tipo de roupa que pretende trabalhar e até mesmo seu investimento.

Caso tenha interesse em montar uma loja virtual de forma profissional e prática, tenha certeza de que a Shopify pode muito bem te ajudar. Se nao tiver muito conhecimento a respeito, fique tranquila, você pode encontrar muitos profissionais que fazem esse serviço por um valor relativamente baixo.

CONCLUSÃO

Ganhar dinheiro sem sair de casa é algo que muitas pessoas querem, afinal você pode controlar seu próprio horário, método de trabalho, cuidar dos filhos etc..

Existem infinitas formas de trabalhar em casa, mas no que a maioria das pessoas erram é achar que se trata de algo em que irão trabalhar pouco e ganhar muito. Quando na verdade elas precisam trabalhar muito para ganhar um bom salário.

Realmente é muito mais vantajoso, mas tudo deve ser bem organizado. Se você está trabalhando não deve parar para ver um filme ou ir dormir, seu foco deve ser trabalhar. Isso independente do nicho que decidir investir.

Então lá vai nossa dica final: se pretende trabalhar em casa organize seus horários e atividades do dia a dia. Defina um horário de trabalho e se dedique a ele o máximo possível. Você jamais deve perder o foco e cometer o mesmo erro que centenas de empreendedores digitais cometem.

O que é Oberlo?

Saiba no post de hoje tudo sobre Oberlo e Dropshipping:

Imagine que você pediu uma pizza, portanto a pizzaria a qual fez solicitação, seja por telefone ou por aplicativo, não tem produtos em seu estoque, muito menos lida com o contato direto com materiais para sua fabricação. Mas como assim?

Um método de trabalho que cresceu nos últimos anos é o de Dropshipping.

Um sistema que consiste em parcerias. Seguindo a mesma lógica da pizza: a pizzaria a qual você ligou, mesmo que tenha nome e autonomia no mercado, recebe produtos de um parceiro.

Nesse caso, a pizzaria apenas lida com o contato direto com o cliente, mas não fabrica qualquer pizza. Entenda como se fosse a contratação dos serviços de outro local.

Como, por exemplo, comprar produtos de outra loja para vender na sua.

O sistema de dropshipping é uma parceria, normalmente com divisões de porcentagem dos lucros para os sócios.

A pizzaria que ligou provavelmente nem tem espaço físico, ela faz o marketing digital, fazendo-o crer em sua realidade física. Seria semelhante a uma loja virtual.

No Dropshipping a empresa fabricante do produto será a responsável por todas as entregas e manufatura.

Um faz e envia, o outro lança no mercado. Conseguiu entender?

Esse estilo de vendas já vem sendo utilizado desde 2006 com a plataforma mãe da Shopify que possui a sua principal extensão de Dropshipping.

Ou seja, Oberlo é um aplicativo para ajudar os profissionais de Dropshipping.

Benefícios de utilizar Oberlo

A Shopify é a líder de vendas no mundo, seus diversos benefícios e credibilidade a tornaram a mais completa plataforma de e-commerce do planeta.

Seu layout simplificado e as diversas opções de design a transformaram em uma atrativa ferramenta para divulgar os comércios virtuais.

Mas as empresas passam por dificuldades em manter grandes estoques parados. Pois é dinheiro aplicado em produção, mas não rendendo em questões monetárias.

Pequenas empresas de revenda também não possuíam reservas suficientes para comprar grandes quantidades, a cultura antiga de nosso país é que a compra por “atacado” reduziria os custos.

Mas na verdade esse custo não é de produção, pois se gasta a mesma energia e material para criar algo.

Os dois maiores custos que um produto pode ter é o transporte e a estocagem. Isso mesmo! guardar algo em boas condições, sem interferir na qualidade do produto pode ser uma missão muito difícil para qualquer empreendedor.

Então, a empresa mais segura de e-commerce desenvolveu a Oberlo, baseada na ação de Dropshipping.

A ideia é bem simples, você poderá importar produtos de outros lugares, até mesmo do meio internacional, disponibilizando-os em sua loja virtual. Fazendo assim seu marketing, sendo responsável por conseguir os compradores pela internet.

Oberlo é incrível, ele adiciona o item de venda diretamente no seu e-commerce sem a necessidade de edições.

A vantagem é que a Oberlo é completamente famosa no mercado, tendo parcerias com Ali Express e Ásia.

Como funciona  a Oberlo?

Você pode criar links entre dois produtos para tornar mais acessível a novas compras, o processo é muito simples, ele conta com todo o suporte da Shopify (que hoje no mercado é a plataforma mais transparente de vendas, com criptografia SSL).

A Shopify ganhou destaque mundial com os excelentes níveis apresentados, além de escolher de ponta a ponta como você deseja que sua loja virtual apareça na internet, você pode escolher o seu domínio no próprio site.

Oberlo é uma das mais lucrativas aplicações do Shopify, quando você se cadastra ela disponibiliza para a sua loja 30 dias de teste grátis da sua melhor versão.

Depois desse tempo ela reduz para uma mais simplificada que fica no valor de $4,90, mas que lhe dá toda possibilidade de estar entre os 36 milhões de dólares em vendas feitos pelo Oberlo.

Uma aplicação com baixo valor de investimento, mas com uma possibilidade lucrativa e real de retorno.

Com Oberlo você lucra sem ter que se preocupar se a entrega chegou, você apenas clica, escolhe o que você sabe que vende muito e só espera os lucros chegarem!

Dropshipping é seguro?

A grande sacada da Oberlo é que ela está dentro do Shopify, o e-commerce mais seguro do mundo.

Ela atende os padrões de segurança PCI nível 1 e utiliza criptografia SSL de 128 bits e além disso tem seu próprio serviço de pagamento.

O usuário não necessita ficar pulando de página em página até chegar à conclusão do pagamento. Tudo é feito ali, rápido, prático e seguro, e a Oberlo tem esse serviço exclusivo o que torna a aplicação muito segura.

A aplicação do Shopify, Oberlo foi a pioneira no segmento de vendas Dropshipping.

Mas com tantos responsáveis por sua compra, ela não se torna perigosa, não posso perder meu produto? Ou se receber o que não comprei para quem reclamo?

Posso ter problemas com esse mecanismo?

Calma, essa questão é a de todos. Mas também é a mais fácil de responder, o vendedor, dono do e-commerce é o responsável pela venda. Ele resolverá se acontecer algum problema.

O número de problema é baixo. Sempre levando em conta que há uma alta taxa de resoluções dá confiança aos usuários do Oberlo.

Já para os proprietários de lojas virtuais fica a dica de sempre publicarem bons produtos de empresas idôneas, competentes e sérias. A grande maioria das indústrias buscam sempre pela melhor produção.

Por não passar pelo varejo, a uma grande chance de nunca acontecer problemas. Pois grande maioria das avarias registradas são no transporte entre varejo e cliente. E como eles viram diretamente do fabricante não há o que temer.

Outra super vantagem de comprar diretamente das indústrias é exatamente o que falamos. Não há varejo, os valores são diretos de fábrica e são absurdamente mais baratos. Pois não há os acréscimos, muitas vezes absurdos dos varejos.

Além de poder contar com estoques gigantescos e diversos modelos, o preço de fábrica é tudo de bom! Vale a pena comprar através do Oberlo!

Como vender com Oberlo?

É muito simples e rápido, basta você fazer uma conta no Shopify. Ele irá disponibilizar 7 dias gratuitos e depois desse tempo o custo é de apenas nove dólares.

Você terá todas as funcionalidades que o Shopify disponibiliza, mais de cem designs diferentes. Um site leve, com dez milésimos de segundo mais rápido que outros sites.

Passa o conforto de e-commerce limpo. Já que estudos mostram que usuários não esperam mais que 5 segundos pelo carregamento de um site. Essa novidade fez as pessoas não desistirem de acessar.

Oberlo é a aplicação do maior site do mundo de e-commerce, que disponibiliza todo auxílio para criação de sua loja, com suporte para todo tipo de eventualidade, sem falar na alta segurança, que não deixa nenhuma margem para invasões e roubos de dados.

Você deve procurar na aba menu a opção de habilitar Oberlo, você terá trinta dias para degustar a melhor versão do Oberlo e vender muito mais, como a adição de produtos se torna muito mais rápido.

Você pode aumentar a sua lista de produtos e conseguir obter muito mais vendas, Oberlo disponibiliza inovação, velocidade e confiabilidade para seus usuários.

Vender no Oberlo é fácil e auxilia muito a redução de custo do comércio com o varejo, já que envia seus produtos diretamente por Dropshipping, assim como a explicação da pizza lá no início, que vem direto da melhor fábrica, com o melhor preço, um sonho para o consumidor.

Falando nisso, enquanto você faz o seu Oberlo, vamos pedir uma pizza?

O que é sublimação de camisetas?

Descubra no post  de hoje tudo sobre sublimação de camisetas:

O mercado está em constante expansão, e não cessa de crescer, os números de vendas dos e-commerce anima qualquer novo investidor e os mais antigos também.

Porém há um nicho do mercado que ganha destaque nesse crescimento, o de sublimação de camisetas, além da enorme procura pelos personalizáveis, novos investidores estão apostando nessa área, mas antes de investir, você deve se questionar.

Então apresentaremos a seguir cinco perguntas básicas para você tirar o projeto do papel, são elas;

1-O que é sublimação de camisetas?

2-Como funciona a sublimação de camisetas?

3-Qual a segurança de investir em sublimação de camisetas?

4-Para quem vender camisetas sublimadas?

5-Enquanto tempo conquistarei o retorno financeiro?

Nesse artigo lhe darei as melhores dicas para você iniciar esse lucrativo negócio!

O que é sublimação de camisetas?

Você certamente deve lembrar de algum natal ou aniversário que você finalmente ganhou de presente da sua avó, aquela camiseta que era a moda do momento.

Você a exibia com orgulho, desfilava entre os amigos para mostrar a conquista, porém, na primeira vez que sua mãe foi lavá-la, se soltou uma pontinha do seu personagem preferido, tudo bem, não é nada você pensou.

Mas aí ela sujou mais vezes e mais lavadas foram necessárias, resultado, sua linda estampa se soltou parecendo areia seca e rachada. Isso é culpa da sublimação por transfer!

Vamos começar a entender o que é sublimação de camisetas, mas primeiro o que são os tecidos?

Existem diversos tipos de tecidos que se enquadram em duas categorias, os sintéticos e os naturais.

Os naturais têm a matéria prima de três origens, mineral, animal e vegetal, são macios, respiram. Ou seja, permitem que o ar passe por eles, amassam com mais facilidade pois possuem uma maleabilidade natural. São mais resistentes na questão de serem tão inflamáveis.

Portanto não tem químicas, logo não serve, se estiverem em 100% de sua composição, para sublimação, pois não aceitam o tingimento da sublimação. Mas podem ser utilizadas se estiverem com 60% de composição de tecidos sintéticos. Os mais conhecidos são algodão, seda, cetim.

Já os tecidos sintéticos são de origem química, de células da celulose e de origem petroquímica, não são macios e impedem a respiração da pele. Sendo naturalmente mais  quentes.

Eles não amassam, digamos que são plásticos em forma de pano, são resistentes, mas não à altas temperaturas. Logo deve se tomar devida precaução na temperatura das prensas, quanto mais puro estiver em suas composições mais servem para sublimar.

Mas afinal o que é sublimação de camisetas?

Sublimar nada mais é que passa do estado sólido para o gasoso.

Ou seja, a máquina de sublimação prensa a folha da imagem contra o tecido em uma alta temperatura a tinta volta para o estado gasoso e gruda nos fios no tecido, a imagem sai do papel para a camiseta, isso é sublimar.

 

Como funciona a sublimação de camisetas?

 

Agora que você compreendeu o que é sublimação de camisetas, vamos descobrir como é o passo a passo para realizar essa tarefa.

Primeiro você precisa escolher qual máquina deseja comprar, existe as sublimadoras padrões que realizam sublimação por pressa ou transfer, 3D e também a disponível no mercado a sublimadoras com calandra.

Sublimação por pressão, transfer ou 3D são inicialmente iguais, você precisa ter um computador, com programas de edição de qualidade como CorelDraw ou PhotoShop e é necessário conhecer como funcionam esses programas para trabalhar neles.

Você pode contratar cursos, assistir vídeo ou pedir dicas para profissionais freelancer que você encontra em sites na internet como 99freelas ou Workana, você pode contratá-los para uma auxílio específico ou para ser seu design nos projetos futuros.

Depois de toda a edição de imagens você precisará imprimi-las, em uma impressora a laser com toner de tintas. Esse equipamento realiza a impressão mais ou menos parecida como a sublimação.

Cada tonner contém um tipo de pó de tinta, que é aquecido e colocado no papel. Você pode utilizar uma impressora a jato de tinta. Mas terá que usar a tinta sublimática que é específica para o trabalho.

Já em ambas terá de usar o papel sublimático indispensável para realizar a sublimação.

Depois de ter escolhido o tecido com no mínimo 60% de tecido sintético em sua composição. Você colocará na prensa e em cima a imagem que deseja que passe para o tecido.

É só configurar a máquina para o tempo e temperatura certa e aguardar. Pronto você iniciou a sua produção de camisetas personalizadas. Assim funciona a sublimação de camisetas!

Para quem vender camisetas sublimadas?

 

Antes de mais nada, depois que você já aprendeu o que é sublimação de camisetas, e como funciona a sublimação de camisetas, você deve montar um planejamento, para qual nicho (grupo de pessoas) que você irá vender seu material.

O mercado está sempre em expansão pois esse tipo de produto sempre é bem aceito, são muitas empresas que fazem propagandas.

Há momentos do ano, como data comemorativas, dia dos pais, dia das mães, que sua demanda pode aumentar.

Mas sempre deverá estar planejando pois todo planejamento se enquadrar na questão de como funciona a sublimação de camisetas.

É necessário que todo mecanismo funcione para você obter sucesso.

Você pode atender grandes empresas que disponibilizam para seus funcionários a camiseta como uniforme.

Talvez fosse interessante você ter como parceira uma facção de costura para montar suas camisetas. Ou até mesmo se aventurar no mundo da costura e fazer um curso específico.

Escolas também são um bom local para conquistar um público jovem, com camisetas de bandas e de personagens desde o infantil até os adolescentes. Sem falar que tem muito adulto que ama os tradicionais super-heróis!

Divulgação de camisetas personalizadas:

WhatsApp surge como uma forte alternativa, em grupos de vendas da sua cidade. A propaganda boca a boca moderna tem muitos seguidores.

Peça para seus amigos lhe incluírem em grupos de vendas e observe esse nicho.

É possível conseguir fidelizar clientes de vários estados, principalmente quando trabalhando com uma loja virtual de sublimação de camisetas.

Vender peças exclusivas é um ótima alternativa, ofereça esse serviço de criação por demanda.

O Shopify é uma boa alternativa para alavancar suas vendas.  É o maior site do mundo em criação de e-commerce. Possui mais de 140 mil usuários e tem um faturamento anual de 580 milhões de dólares.

Possui diversos layouts e aplicações que podem ser muito úteis na sua loja virtual.

O site disponibiliza serviço de marketing. Está entre os sites mais seguros do mundo. Tem proteção PCI nível 1 e Criptografia SSL considerados certificados e alto padrão de segurança.

Então além de estar expandindo sua marca, estará conquistando credibilidade com seus clientes. Uma loja virtual com portfólio lhe agrega visibilidade em seus serviços.

Enquanto tempos conquistarei o retorno financeiro?

Todo investimento é de risco. Mas sem dedicação não haverá retorno. Seguindo todos os passos básicos de como criar uma empresa e a transformar em um sucesso, certamente terá um grande retorno financeiro.

Todo resultado depende de quanto você trabalha para que ele aconteça. Assim é no dia a dia da vida e em seu próprio negócio não seria diferente.

Material de qualidade é um fator importante para crescer, principalmente por que as pessoas indicam quando gostam do que compram.

Assim como não indicam e ainda criticam se comprar algo de péssima qualidade.

Invista no estudo, se aperfeiçoe para ser um expert em tudo que envolve o seu investimento.

Deverá saber tão bem ao ponto de ensinar o que é sublimação de camisetas e como funciona a sublimação de camisetas, assim você não terá surpresas e logo colherá os bons frutos de tudo que plantou.